Consumo

México: devido ao consumo, uma cafeteria é aberta a cada três dias

 

postado em 07/08/2017 | Há 4 meses

ABIC / CaféPoint

De acordo com um relatório do Euromonitor International, a cada 3 dias é aberta uma nova cafeteria no México. O país está entre os que tiveram um maior e mais rápido aumento no consumo de café nesse tipo de estabelecimento.

O mercado de lojas especializadas em café registrou um valor de 2,685 milhões de pesos (US$ 151 milhões) no final do ano passado, representando um aumento de 45% em relação a 2011. Isto tem beneficiado várias empresas. Segundo o levantamento, a Starbucks, rede controlada pela Alsea no país, é quem tem mais participação de mercado, com 45,4%. Em seguida vem a Café Punta de Cielo, com 12,9%, e a The Italian Coffee Company, com 11,3%.

O aumento foi impulsionado por um gosto pela bebida entre os mexicanos, principalmente. Uma pesquisa realizada pela consultoria de mercado Feebbo revelou que, de um total de 200 mil entrevistados, 55% consomem café diariamente, enquanto 35% disseram que consomem algumas vezes por semana.

Outro caso de grande crescimento é o Café Blasón, marca mexicana que usa grãos orgânicos em seus produtos. A empresa cresceu em média uma taxa de dois dígitos anuais. “O consumo de café continuará aumentando por várias razões. Apesar de ser um país produtor, o mercado da bebida no México é subdesenvolvido, em comparação com outros países. O consumo per capita é de 1,4 kg, enquanto que nos Estados Unidos é de 3,72 kg, na França é de 5,7 kg e na Alemanha é de 8,5 kg”, disse a gerente de marca, María Eugenia Aviña. 

O café é parte da vida cotidiana dos consumidores, com 68% dos entrevistados bebendo café de manhã e 51% no trabalho ou na escola.

As informações são do El Financiero / Tradução Juliana Santin

 

Veja tambÉm: