Comércio

Fazenda é intimada a cumprir liminar após flagrante de trabalho análogo à escravidão em Carmo da Cachoeira (MG)

Os proprietários de uma fazenda em Carmo da Cachoeira (MG) foram intimados pela Justiça a cumprir uma série de regularizações após terem sido flagrados mantendo trabalhadores em condições análogas à escravidão.

 

postado em 03/08/2017 | Há 2 meses

 A fiscalização foi realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) em agosto de 2016. A liminar foi concedida nesta terça-feira (1º) deferida pelo juiz titular da Vara do Trabalho de Três Corações (MG), Luiz Olympio Brandão Vidal.

Segundo o auto de infração, durante a fiscalização, foram encontrados sete trabalhadores prestando serviço na colheita do café de domingo a domingo. Além disso, os empregados estavam sem registro, sem acesso a água potável, equipamentos de proteção individual, e ainda itens mínimos de estrutura nos alojamentos, como cama, colchão, fogão, geladeira ou armários. No local, os alimentos eram armazenados em prateleiras de madeira, expostos a ratos e outros tipos de parasitas.

Leia a notícia na íntegra no site G1

Fonte: G1
 

Veja tambÉm: