Tecnologias

BAIXAS TEMPERATURAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS Por Alessandro Guieiro

Temperatura baixas provocam que o cafeeiro expresse alguns distúrbios fisiológicos, que com toda certeza trará prejuízos para safra 2017/2018

 

postado em 12/07/2017 | Há 1 semana

BAIXAS TEMPERATURAS E SUAS CONSEQÜÊNCIAS Por Alessandro Guieiro

Em função das últimas semanas com temperaturas baixas, tendo uma variação de 8 e 10 graus para temperatura mínima e entre 25 a 28 para temperatura máxima, o cafeeiro já começou expressar alguns distúrbios fisiológicos, que com toda certeza trará prejuízos para safra 2017/2018.

Podemos observar uma mudança nas gemas florais, gemas que estavam indiferenciadas começaram a se voltarem ou se dividirem para crescimento vegetativo, deixando assim de diferenciar para flor e consequentemente para fruto, podendo ter menos frutos por "roseta" e automaticamente perda de produtividade.

Uma das possíveis explicações para esse fenômeno é que em função da ação do frio, ocorre o bloqueio dos ápices dos ramos plagiotropicos e também ramo ortotropico, forçando assim com que ramos produtivos comesse a emitir um grande número de brotações e gemas vegetativas.

A G Consultoria Agronômica
Speciality Coffee

 

Veja tambÉm: