Consumo

illycaffè é uma das apoiadoras do World Happiness Report 2017

Relatório busca alertar sociedade para a importância da felicidade

 

postado em 22/03/2017 | Há 1 mese

 

 

NOVA IORQUE, 21 de Março - Foi apresentado ontem, em um evento de celebração do Dia Mundial da Felicidade nas Nações Unidas, o World Happiness Report 2017, que ranqueia 155 países a partir de seus níveis de felicidade. O relatório, em sua 5ª edição desde 2012, segue ganhando reconhecimento global enquanto governos, organizações e sociedade civil levam cada vez mais os indicadores de felicidade em conta em suas decisões. Além dos rankings, o relatório deste ano inclui análises da felicidade no ambiente de trabalho e um olhar mais profundo voltado à China e à África.

“O World Happiness Report continua a chamar atenção para a necessidade de se criar boas políticas para o que mais importa para as pessoas: seu bem-estar. Como demonstrado por vários países, esse relatório deixa evidente que a felicidade resulta da criação de sólidas fundações sociais. É hora de construir confiança social e vidas saudáveis, ao invés de armas e muros. Vamos chamar a atenção de nossos líderes para este fato”, afirma Jeffrey Sachs, Diretor da Rede de Soluções de Desenvolvimento Sustentável.

A Noruega aparece como o país mais feliz do mundo, pulando três posições em relação ao ano passado e assumindo o lugar da Dinamarca, que se manteve no topo do ranking por três dos últimos quatro anos. Completando o restante dos dez melhores estão Dinamarca, Islândia, Suíça, Finlândia, Países Baixos, Canadá, Nova Zelândia, Austrália e Suécia. Os EUA estão em 14º e o Brasil, por sua vez, aparece na 22ª posição.

Em 2017, o World Happiness Report dá atenção especial às bases sociais da felicidade, em especial a felicidade no local de trabalho. “As pessoas tendem a passar a maior parte de suas vidas trabalhando, logo, é importante entender o papel do emprego e do desemprego na construção da felicidade”, diz o professor Jan-Emmanuel De Neve, da Universidade de Oxford.

“Nós estamos orgulhosos de, pela primeira vez, sermos parceiros da SDSN e apoiar a produção do World Happiness Report por meio da Fundação Ernesto Illy. Decidimos abraçar essa ideia desde o início porque café e felicidade andam de mãos dadas. A illycaffè sempre fomentou o círculo virtuoso do café, que traz bem-estar aos consumidores, ao mesmo tempo em que gera desenvolvimento social e econômico nas comunidades produtoras. Esta importante combinação de estilo de vida feliz e saudável e sustentabilidade gerada pelo café é fundamental para a nossa escolha de apoiar o WHR", afirma Andrea Illy, presidente da illycaffè.

 

Veja tambÉm: