Mercado

Funcafé libera mais R$ 601,1 milhões para apoiar o setor

Recursos são destinados ao financiamento do custeio, colheita, estocagem e comercialização de café

 

postado em 21/11/2011 | Há 5 anos

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento liberou mais R$ 601,1 milhões para o café em 2011. Os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) foram autorizados na semana passada. O dinheiro deve ser aplicado na contratação de linhas de crédito para custeio (R$ 194,7 milhões), estocagem (R$ 174,3 milhões), financiamento para aquisição de café (R$ 82,1 milhões) e na linha especial para indústria de café solúvel (R$ 150 milhões).

Restam a liberar R$ 539,7 milhões cujos recursos estão disponíveis e serão liberados assim que demandados pelas instituições financeiras.

O Funcafé repassa os recursos à medida que os agentes financeiros contratados pelo Ministério da Agricultura solicitam e de acordo com as regras do Conselho Monetário Nacional (CMN). O Fundo é administrado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento com recursos destinados ao financiamento do custeio, colheita, estocagem e comercialização de café.

Os recursos também são direcionados a linhas especiais, à promoção do café brasileiro nos mercados interno e externo e para apoiar eventos do setor. Em 2011, de acordo com as regras definidas pelo CMN, o Funcafé poderá movimentar até R$ 2,44 bilhões, sendo R$ 600 milhões para custeio, R$ 500 milhões para aquisição de café (FAC); R$ 500 milhões para estocagem; R$ 300 milhões para colheita; R$ 50 milhões para operações em mercado futuro e R$ 40 milhões para recuperação de lavouras atingidas por granizo. Outros R$ 300 milhões serão direcionados ao refinanciamento de dívidas e R$ 150 milhões para o financiamento de capital de giro para indústria de café solúvel.

 

Veja tambÉm: