Mercado

Exportadores brasileiros de café têm bons resultados

Preços elevados do grão e volume produzido impulsionam a receita dos exportadores

 

postado em 29/09/2011 | Há 5 anos

29/09/2011

Da redação

Os preços elevados do café e o volume produzido, apesar de 2011 ser ano de baixa produtividade, têm impulsionado a receita bruta dos exportadores brasileiros. Segundo pesquisadores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), os principais motivos para o bom desempenho são a diminuição das vendas de outros países exportadores e a boa qualidade do café brasileiro.

Conforme o Departamento de Café da Secretaria de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, a exportação brasileira de café verde, solúvel, torrado e extratos de janeiro a agosto deste ano cresceu 5,2% em relação aos oito primeiros meses de 2010.

Quando se considera a receita, a quantidade exportada até agosto já rendeu 92% do total obtido em todo o ano passado. A receita obtida com o café correspondeu a 8,6% das exportações do agronegócio brasileiro em 2011.

Quanto aos preços do café arábica no mercado brasileiro, entre 21 e 28 de setembro, o tipo 6 bebida dura para melhor, na capital paulista, caiu 2,4% e fechou a R$ 503,76 a saca de 60 quilos nesta quarta-feira (28). De acordo com os pesquisadores do Cepea, a queda foi influenciada pelas baixas verificadas no mercado internacional.

 

 

Veja tambÉm: