Mais Café

Solução estratégica

 

postado em 26/04/2011 | Há 6 anos

RENATA LO PRETE - painel@uol.com.br

 A reunião de hoje do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, a primeira a se realizar desde o início do governo de Dilma Rousseff, deverá marcar a passagem desse órgão, criado na gestão Lula, da esfera da Secretaria de Relações Institucionais, ocupada pelo petista Luiz Sérgio, para a de Assuntos Estratégicos, onde está o peemedebista Moreira Franco.
Depois de muito ponderar, e diante da insistência de Michel Temer, o Planalto resolveu deixar o "Conselhão" com Moreira por não ver como atender a outra demanda do PMDB para vitaminar a SAE, que seria a de colocar sob seu guarda-chuva o planejamento das ações de saneamento. O filho do ministro é diretor de uma empresa privada com negócios na área.

Eu não Moreira Franco nega ter ameaçado deixar o governo caso não fosse ampliado o escopo de atribuições da SAE. "Não é do meu estilo colocar faca no pescoço de ninguém, muito menos da presidente da República", diz o ex-governador do Rio.

Santidade A pedido de Dilma, Temer representará o governo na cerimônia de beatificação de João Paulo 2º, domingo no Vaticano.

Atchim! A presidente, que ontem tomou vacina, voltou gripada da Páscoa.

Fator 60 Numa roda de conversa no Planalto, comentava-se o crescimento, aparentemente ilimitado, do arco de apoiadores do governo no Congresso. Parodiando slogan de uma propaganda de cosméticos, a ministra Ideli Salvatti (Pesca) advertiu: "Com uma base assim, é preciso passar protetor...".

Termômetro O governo usará a audiência da ministra Miriam Belchior (Planejamento) na Comissão de Orçamento, hoje, para aferir o grau de beligerância da base no assunto restos a pagar e decidir o quanto ceder.

Belas Artes Dilma participa quinta no Rio de evento no qual a família de Candido Portinari cederá o direito de uso da imagem de obras do artista no programa de erradicação da pobreza extrema.

Menos... Os vereadores paulistanos que ficaram no PSDB tentam convencer a nova direção municipal do partido a suspender o discurso beligerante para evitar que outros secretários municipais sigam o colega Walter Feldman rumo ao PSD. Quatro tucanos do primeiro escalão de Gilberto Kassab estão na mira do novo partido.

...menos Em reunião da qual participaram três secretários de Geraldo Alckmin, foi ressaltada a importância do armistício na tentativa de reverter duas baixas anunciadas na bancada: Dalton Silvano e Juscelino Gadelha.

Que tal? O novo presidente, Julio Semeghini, pretende selar hoje o acordo para acomodar três vereadores na Executiva: Adolfo Quintas, secretário-geral, Gilson Barreto, tesoureiro-adjunto, e Claudinho Souza, vogal.

Meteorologia Marco Maia (PT-RS) chamou dirigentes sindicais para um café em sua casa, amanhã. O presidente da Câmara quer saber se há clima para incluir a PEC da redução de jornada e o fator previdenciário na pauta do segundo semestre.

Dois é demais A ida do deputado federal Eduardo Sciarra do DEM para o PSD virou obstáculo ao ingresso do tucano Gustavo Fruet na sigla. Ambos aspiram a Prefeitura de Curitiba em 2012.

Ainda é cedo Lula resolveu declinar dos convites para as festas do 1º de Maio.

Por que não? A equipe precursora de Dilma esteve no local do evento unificado das centrais, em SP. Aécio Neves confirmou presença.

com FÁBIO ZAMBELI e ANA FLOR

tiroteio
"Se o PSDB e Alckmin não conseguem evitar nem uma revoada de tucanos da bancada de vereadores, como vão convencer o eleitor de que podem governar o país?"
DO DEPUTADO FEDERAL DEVANIR RIBEIRO (PT-SP), sobre as baixas no PSDB.

contraponto
Mãos de tesoura

Em resposta ao cabeleireiro Carlinhos Beauty, que havia se oferecido para repaginar seu visual, o cabeludo -e bigodudo- ministro Luiz Sérgio agradeceu, mas explicou que há dez anos frequenta o mesmo salão no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro.
Beauty enviou novo e-mail, pondo-se à disposição caso o ministro mudasse de ideia e ponderando que, com outro corte, ele deixaria de ser alvo dos chargistas. Ciente do quanto o petista gosta desses desenhos, a ponto de mandar enquadrá-los, um assessor notou:
-Ih, acho melhor usar outro argumento...

 

Veja tambÉm: