Mais Café

SINCAL PAPEL NÃO É CAFÉ Por Armando Matielli

 

postado em 10/02/2011 | Há 6 anos

O mercado cafeeiro está assustado, e com razão, sobre o fato de escassez de café. Nas últimas décadas os traders / torrefadores e nossas próprias cooperativas (?) lançaram nos seus livros contábeis  estoques futuros que ainda  estavam nas lavouras cafeeiras .Acostumaram com esse tipo de acerto e sempre foram atendidos quando quiseram, como quiseram  e pagaram quanto quiseram  e agora estão a deriva sem o estoque físico, que dessa vez não virá e os contadores,   diretores dos traders, e torrefadores internacionais e cooperativas (?) vão definitivamente aprender um fato , que eu como agrônomo aprendi nos bancos  da universidade  “BIOLOGIA NÃO É MATEMATICA” e me desculpem senhores executivos, os senhores foram amadores ao extremo . Amadores mais ainda, pois, mataram um alto percentual de suas “GALINHAS DE OVOS DE OURO”. Como dizem nossos caboclos “Muito bem feito para os senhores”. Demorou, mais estão aprendendo, o papel aceitou tudo. “Panamericanizaram” suas contabilidades e  agora os papéis não poderão ser torrados,moídos e bebidos como café.

Estamos visitando muitas lavouras cafeeiras e percebendo que a CONAB errou na sua previsão de 42.000.000 de sacas  para a  safra  2011/2012 . Esse erro em decorrência
a época inadequada do levantamento no campo. Hoje, percebemos rosetas vazias com 2;3 ou 4 frutos , enquanto deveriam ter de 10 a 15 frutos por roseta. Outro aspecto, caminhando na lavoura encontrar-se uma planta carregada e depois 3 a 4 planta com carga baixa ou sem carga, isso em decorrência ao período seco de 2010 . Portanto, esqueçam das 42 milhões de sacas para a próxima safra e se, conseguirmos os 35 milhões poderemos dar “graças a Deus”.

Senhores executivos manipuladores de números, teremos três safras pela frente, e somente  uma  com  alta produção que será   2012 , pois a de 2011 e 2013 serão safras de ciclo baixo. Com isso a reposição dos estoques será extremamente complicado e poderá levar de 5 a 8 anos para atingir um numero salutar. Não estamos levando em consideração as possibilidades de geadas e secas nos tempos vindouros . Por favor ,juízo!!!!!!!!  e não venham  com  previsões de  safra de 60 a 70 milhões de sacas no Brasil para conseguir enrolar mais um pouco .Chega.Nós cafeicultores cansamos de sermos usados ,traídos desinformados propositalmente. “Ponto e Basta”.

Senhores, medidas paliativas não servirão para “arribar a tropa” que sempre esteve à mercê de suas explorações. A tropa está “aguada” e muitos burros estão “empacados” pela desmotivação na produção de café e pelo desanimo de carregá-lo nas costas por anos a fio.

Os preços subirão a níveis retrotosféricos, e a escassez reinará nos próximos anos. A SINCAL aproveitará esse tempo para organizar o setor e nunca mais sermos avultados e literalmente “roubados” pelos senhores.

 


Armando Matielli
Engº Agrônomo-MBA na FGV
Fazenda Jacutinga –Guapé –MG
Presidente Executivo da SINCAL

 

 

Veja tambÉm: