Mercado

Sincal alerta: Há uma forte escassez de café no mundo

 

postado em 04/02/2011 | Há 6 anos

Notícias Agricolas

Por Armando Matielli, cafeicultor de Guaxupé/MG e Presidente Executivo do Sincal
Todos os indicativos mostram com certeza a forte escassez de café no mundo. A SINCAL advertiu dezenas de vezes que chegaríamos a tal ponto. Mas, as faltas de competência dos gestores governamentais fizeram que perdêssemos no mínimo R$200,00 por saca, numa exportação de 33.000.000 de sacas (CECAFE) em 2010 e acabamos perdendo somente a “simples bagatela”  6,6 bilhões de reais.

Inacreditável.Mas continuaremos lutando ao extremo por uma  gestão profissional de MAPA, pois um país como o nosso não pode em hipótese  “alguma” continuar doando café em detrimento aos  produtores e trabalhadores rurais , além da sociedade em geral dos municípios cafeeiros que estão perdendo I.D.H (Índice de Desenvolvimento Humano).

Agora nas últimas semanas estamos ouvindo as reclamações de STARBUCKS entre outros que o aumento do preço do café impactará diretamente nas margens de lucros. Parece piada. Esses gananciosos, como Starbucks e outros que foram exemplos de prosperidade e desenvolvimento econômico, nos últimos anos, cresceram nas custas dos cafeicultores.

Compraram quando quiseram, pagaram quanto quiseram e fizeram o que queriam e nos transformaram em verdadeiras marionetes no cenário cafeeiro mundial. “Alguns cafeicultores brasileiros inconformados e perplexos pelos preços aviltados saíram ao encalço dos compradores europeus e ouviram em bom tom” fica mais barato o custo do material de limpeza para nossas indústrias que o preço do café como matéria prima”, um insulto as nossas inteligência. E agora? Agora, não temos café, pois, nos últimos 15 anos perdemos no mínimo 40 a 50 Dolores por saca vendendo como amadores e nesses últimos 15 anos “demos” simplesmente 12 a 15 bilhões de Dolores (US$) que escorreram para os grandes traders e torrefadores mundial.

Inacreditável, mas real, exportamos por volta de 310.000.000 de sacas de arábica nesse período. Senhores compradores, torrefadores o Brasil detém, hoje, 58% de mercado de arábica natural e agora o Ministério da Agricultura está entendendo as estratégias de Sincal e estamos reunindo com os mesmos nas próximas semanas, de acordo com as tratativas, no dia 11/02/2011, no programa do Canal Rural, onde ocorreu um debate com o Dr. Manoel Vicente Bertone, Secretário do Agronegócio do café e outros no MAPA, para traçarmos um planejamento estratégico com finalidade de deixarmos de serem doadores de café e passarmos a vendedores profissionais.

Senhores, faremos uma política cafeeira e não deixaremos nunca mais os preços serem aviltados. A SINCAL avisou muitas vezes que o café chegaria a “curto prazo” á R$500,00 por saca e chegou. E agora muita gente, analista, cafeicultores  acham que esse preço está excelente . Isso é falso .Basta analisar os preços praticados historicamente.

Esse preço ainda é muito baixo pois temos pela frente , uma fortíssima escassez pela morte de centenas de milhares de pobres cafeicultores que ficaram a “margem da estrada” .Isso é fato. Agora para reconquistarmos os estoques será complicado e demorado. Teremos bons preços nos próximos 4 a 5 anos .Chegou a vez do cafeicultor. Segurem o café ,pois os preços irão “aos céus” e com isso temos condições nos próximos anos , de eliminarmos nosso passivo devedor e além disso a SINCAL  estará permanentemente “brigando”  para assegurarmos um futuro justo a  quem verdadeiramente trabalha  de “sol a sol” que são os cafeicultores e os trabalhadores rurais.

STARBUCKS reclamações e choradeiras não procedem, pois, o preço da matéria prima o café era mais barato que os produtos de limpeza de suas indústrias e pontos de vendas. “COVARDIA RECLAMAR DOS CAFÉS SENHORES DA STARBUCKS E OUTROS”. O café não tem limite de alta e poderá facilmente chegar a 4 a 5 Dolores  por libra peso. Assim será. E não chorem de “Barriga Cheia”. Já ganharam horrores á custa dos cafeicultores brasileiros.

Fonte: Sincal

COMENTÁRIO

Junior Caldeira 
Parabéns pela matéria e colocação; só gostaria de complementar fazendo uma continha de regra de 3 :
 a saca de café hoje a R$ 500,00 com o dólar a R 1,67.
 Caso estivessemos vendendo com o dólar a R$ 2,50, o que ocorreu a poucos anos atrás, a saca de café hoje estaria a R$ 748,50.
 Contra números não há argumentos !

 

Veja tambÉm: