Mercado

A volatilidade de volta. Por Wagner Pimentel

 

postado em 30/01/2011 | Há 7 anos

Em uma semana curta para o mercado físico, pois tivemos dois feriados durante a semana em São Paulo capital depois em Santos também no estado de São Paulo vimos à bolsa de Nova Iorque buscando o fundo da consolidação fazendo uma mínima de 230,30 e máxima de246, 30 e fechando muito próximo da máxima da semana em 245,80 cents de dólar por libra peso.

O mercado físico café natural saindo acima de R$400,00 e café despolpado acima de R$500,00, produtores e compradores ficam cautelosos e temerários de o preço subir ainda mais, ficam observando e vendendo somente o necessário para as despesas e os compradores não saindo do diferencial que podem pagar, para não arriscar com mercadoria há este preço.

Na BMF o perto por café de qualidade foi claramente visualizada, quando o spread entre ela, e a ICE bolsa de mercadorias de Nova Iorque, diminuiu para o menor valor desde 1.997, sabendo que a qualidade dos cafés comercializados em seu contrato é muito diferente, onde na Ice o contrato C é café despolpado e na Bmf café natural bebida dura, mostrando uma valorização nos cafés com qualidades inferiores, este cenário de valorização dos cafés inferiores será vista conforme a entre safra se apertar.

O cenário se aperta à medida que a safra colhida vai sendo comercializada, temos números já fechados onde a exportação de 2010 foi recorde com 33 milhões de sacas de café de 60 kg e o consumo nacional também bateu recorde com 19,13 milhões de sacas de café somando o numero de 52,13 milhões de sacas de café sendo consumidas em um ano.

Tomando por base uma safra recorde do ano passado, em que o mercado trabalha com uma safra entre 55/58 milhões de sacas a sobra ou estoque de passagem fica muitíssimo apertado para o próximo ano safra ainda esta longe de começar, e sabendo que este próximo ano safra será de ciclo baixo poderemos esperar ainda alvos novos para o mercado.

A instabilidade política no Egito deu o tom nas bolsas ao redor do mundo, e os ursos saem da hibernação com muita voracidade e vêem lucros rápidos a sua frente jogam realmente os mercados para baixo aumentando as instabilidades nos mercados, temos que ver como vai se desfechar este episódio, pois este tipo de noticia costuma jogar água no chopp da turma de touro que só vêem alta pela frente.

Em Davos no fórum de economia o Sr. Apocalipse, premio Nobel de economia Sr. Noriel Roubini disse que a crise prevista por ele antes de se começar, crise de 2.008, não teria terminada, mas as medidas tomadas pelos países teriam feito efeito e as economias já estaria há se recuperar e não precisaríamos nos preocupar com ela por enquanto, mas sua nova preocupação seria com o fornecimento, produção e preço dos alimentos, que poderiam trazer instabilidade políticas, principalmente nos países emergentes.

O crescimento da China, Brasil e Rússia, traz uma nova realidade de consumo com seu crescimento em suas economias, e com previsão da economia americana já sair da recessão no segundo semestre de 2.011 e o discurso do seu presidente conclamando a população e o empresário a investir no país irá apimentar este cenário de oferta apertada nas commodities.

Com cenário de instabilidade política a volatilidade estará de volta nos mercados e volta a ficar perigoso para amadores que deve ficar mais liquido e tomar cuidado com este cenário.

Os alvos para nosso café nas próximas duas semanas que devera entrar em um ciclo de alta traz projeções de 268.60, 279,09, 287,45, 291,17 vamos aguardar os acontecimentos, entraremos na posição long. no rompimento da máxima e stop a 231,50.

Bons negócios a todos boa semana e que Deus nos abençoe

Wagner Pimentel
WWW.cafezinhocomamigos.blogspot.com

 

Veja tambÉm: