Comércio

Varginha entre os três maiores exportadores de Minas Gerais

 

postado em 29/01/2011 | Há 6 anos

29/01/2011 07:01:00 - Correio do Sul

Entre os dez maiores exportadores do Estado, Varginha conseguiu novamente um lugar de destaque. Varginha está em terceiro lugar, atrás apenas de Itabira e Ouro Preto.

A cidade, tradicional exportadora de café, totalizou em 2010, US$ 1,7 bilhão em exportações, superando a marca de US$ 1,25 bilhão de 2009.

Itabira continua liderando a lista mineira com um total de US$ 6 bilhões e ocupando o quarto lugar no ranking brasileiro, pelas suas vendas para o exterior de minério de ferro e pedras preciosas, com destaque para rubis, safiras e esmeraldas. Os principais países destinos dos produtos de Itabira são China, Alemanha, Japão, Coréia do Sul e Países Baixos (Holanda).

Ouro Preto está em segundo lugar, com exportações de US$ 3,9 bilhões. Nova Lima aparece em quarto lugar com um volume de US$ 1,65 bilhão, enquanto Araxá, exportador de ferronióbio , aparece em quinto lugar com vendas totalizando US$ 1,5 bilhão. Completam a lista dos maiores exportadores mineiros, Betim, Ouro Branco, Belo Oriente, Paracatu e Juiz de Fora. Ficaram de fora da lista dos dez maiores, Belo Horizonte e Contagem.

A secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Dorothea Werneck, observou que o fluxo de comércio externo de Minas Gerais tem se mostrado bastante dinâmico; \"Temos observado uma movimentação de empresas localizadas no interior em busca do mercado externo e é exatamente nesse sentido que estamos trabalhando, procurando dar apoio a todos aqueles em busca das melhores oportunidades para a colocação de seus produtos\", observou.

Dorothea Werneck explicou que o Governo de Minas continuará trabalhando para diversificar a pauta, tradicionalmente concentrada nos produtos da cadeia minerometalúrgica, ao mesmo tempo em que quer agregar valor à principal cadeia de produtos de Minas Gerais. \"Independente da conjuntura internac ional ou de flutuações cambiais, o Governo do Estado mantém o compromisso de longo prazo de desenvolver ações para a maior inserção internacional, não só de municípios, mas também de empresas de menor porte\", esclareceu.

 

Veja tambÉm: