Mercado

Silas Brasileiro tem registro negado para concorrer a deputado federal

 

postado em 29/07/2010 | Há 7 anos

Estado de Minas

28/07/2010 O candidato à reeleição para deputado federal Silas Brasileiro (PMDB) teve o pedido de registro negado com base na Lei Ficha Limpa, de acordo com decisão do juiz do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) Benjamim Rabello. Brasileiro foi barrado por ter condenação por ato de improbidade administrativa, que "importou lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito à suspensão de direitos políticos por oito anos".

A condenação foi confirmada pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais em 23 de dezembro de 2002, e o acórdão publicado em 10 de abril de 2003. "Cristalina, por conseguinte, a inelegibilidade do candidato, sendo manifestamente improcedente o pedido de registro requerido", afirmou o juiz Benjamin Rabello.

Silas Brasileiro teve 69.270 votos nas eleições de 2006.Como a decisão foi monocrática, Brasileiro tem três dias para recorrer à corte do TRE-MG.

 

Veja tambÉm: