Estatísticas

OIC eleva estimativa em 157,4 milhões de sacas a produção global de café na safra 2016/17

"O aumento significativo da produção no México e na América Central é em grande parte atribuído ao incremento de safra em Honduras, à recuperação após o surto de ferrugem na região e ao clima benéfico", informou a OIC em relatório.

 

postado em 07/11/2017 | Há 2 semanas

LONDRES (Reuters) - A Organização Internacional do Café (OIC) elevou nesta terça-feira sua estimativa para a produção global da commodity na safra 2016/17 para um recorde de 157,4 milhões de sacas, impulsionada em grande por parte por uma revisão na colheita de arábica no México e na América Central.

"O aumento significativo da produção no México e na América Central é em grande parte atribuído ao incremento de safra em Honduras, à recuperação após o surto de ferrugem na região e ao clima benéfico", informou a OIC em relatório.

Anteriormente, a entidade estimava uma produção global de 153,9 milhões de sacas em 2016/17.

A produção de café no México e na América Central foi projetada em 20,3 milhões de sacas, ante 17,7 milhões de sacas na previsão anterior, com alta de 16,3 por cento sobre a temporada passada.

A produção global de arábica em 2016/17 foi revisada para 101,6 milhões de sacas, ante 97,3 milhões de sacas na estimativa anterior e alta de 14,7 por cento sobre 2015/16.

Em relação ao robusta, a produção foi cortada levemente para 55,9 milhões de sacas, ante 56,6 milhões de sacas na previsão anterior e queda de 12,2 por cento na comparação com o ciclo passado.

O aumento da produção de café deve levar a um superávit, com o consumo global previsto em 155,1 milhões de sacas, queda marginal de 0,3 por cento em relação ao ano anterior.

     "Dado o aumento da produção global de café e um consumo estável, o ano de 2016/17 deve ter um superávit após dois anos consecutivos de déficit, com a produção excedendo o consumo em 2,38 milhões de sacas", disse a OIC

(Por Nigel Hunt)

Fonte: Reuters/Notícias Agrícolas

 

Veja tambÉm: