Mercado

Espirito Santo colhe a sua maior safra de café

 

postado em 29/08/2011 | Há 6 anos

A Gazeta

ÂNGELO PASSOS
28/08/2011
 
Estado 
 
A safra de café que está terminando de ser colhida no solo capixaba é a maior da história do Espírito Santo. Deverá ultrapassar 11 milhões de sacas - das quais mais de 8 milhões de conilon e cerca 2,5 milhões de arábica. Este é o indicativo visto na segunda estimativa de safra realizada pelo governo em maio. Há também crescimento na qualidade do café.

Sucesso
De acordo com o coordenador do Programa Estadual de Cafeicultura, Romário Gava Ferrão, o sucesso quantitativo e qualitativlo da safra de café capixaba deste ano é decorrente de três fatores: tecnologia (com renovação de lavouras), ajuda do clima e estímulo criado pelo preço do produto.

Sucesso 2
A publicação intitulada Cafeicultura - Revista do Agronegócio do Café enaltece a qualidade do conilon do Espírito Santo colhido em 2011. Diz que é superior à do ano passado, principalmente no tamanho dos grãos.

Funcafé
Vai ficar mais fácil para o produtor acessar recursos do Funcafé. O Conselho Monetário Nacional autorizou a junção das linhas de crédito de custeio e de colheita. Em vez de dois contratos, um só para agilizar e tornar menos dispendiosa a concessão. É incrível que tenha demorado tanto para que isso acontecesse.

Funcafé 2
Também subiu o limite de contratação de recursos do Funcafé. Passou de R$ 400 mil para R$ 650 mil por produtor.

FAC
Já o Financiamento para Aquisição de Café (FAC) também sofreu alterações. O valor máximo que pode ser acessado pelas indústrias dobrou de R$ 20 milhões para R$ 40 milhões. E o prazo de contratação foi estendido até 30 de dezembro deste ano.

E o dinheiro?
As melhorias na burocracia do Funcafé são indiscutíveis. Mas onde está o dinheiro? Já é final de agosto e ainda não chegou a grana para fazer a estocagem. Para suprir a falta tem banco atendendo os produtores com recursos próprios.

 

 

Veja tambÉm: