Mercado

Preços futuros do café atingiram ontem o patamar mais alto desde 3 junho na bolsa de Nova York

 

postado em 26/08/2011 | Há 6 anos

Fragilidade

Os preços futuros do café atingiram ontem o patamar mais alto desde 3 junho na bolsa de Nova York. Os contratos de arábica para entrega em dezembro terminaram o pregão cotados a US$ 2,7550 por libra-peso, em alta de 175 pontos.

Segundo analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires, o mercado tem sido sustentado pelo pequeno interesse de venda nos produtores. "Parece [um movimento] muito frágil", disse Marcio Bernardo, analista da corretora Newedge, à agência de notícias. Segundo ele, os preços ainda podem subir, mas o mercado dá sinais de que o rali pode ser interrompido e provocar "um grande estrago".

No Brasil, o indicador Cepea/Esalq subiu 0,69%, a R$ 503,85 por saca. No mês, o indicador acumula valorização de 14,77%.

 

 

Veja tambÉm: