Mercado

Boletim Semanal do Café

 

postado em 30/10/2010 | Há 6 anos

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O Café Arábica para o vencimento Dez/10 fechou com 460 pontos de alta na semana trabalhando no range de 830 pontos, fazendo amínima a 196,30 e a máxima a 204,60 encerrando cotado a 203,45, na sexta-feira, com 685 pontos de alta. Marcada por uma semana de movimentos mistos, a cotação do café mostrou forte volatilidade.

Fechando as duas primeiras sessões em leve movimento de alta, a commodity, ganhando fôlego em virtude de ativações de stops, conseguiu quebrar a máxima de 203,50 registrada na semana anterior, chegando num rápido movimento a marca de 204,60 (máxima de pouco mais de 13 anos), quando então encontrou forte escala de venda. Nas sessões seguintes, movimentos de realizações foram notados, levando o grão, na quebra do forte suporte de 200,00, primeiramente a mínima de 198,90 e com um maior volume de vendas até a mínima da semana a 196,30, onde então perfez um fundo duplo. Com oscilações moderadas, o café trabalhou predominantemente entre o range de 199,00 e 203,50, podendo considerar tal resistência de 203,50 como um topo triplo formado desde a semana passada.

Vale considerar que parte desta apreciação assistida durante a semana, está relacionada a forte apreciação do euro frente ao dólar, quando então a commodity fechou a semana cotado a 203,45. De acordo com a Cecafé, os embarques no mês de outubro (de 01 a 28) somam 2.648.908 sacas, uma variação positiva de 40,5% em relação ao mesmo período do mês anterior.

O Mercado de café em Nova Iorque para vencimento dezembro de 2010 apresentou range entre 196,30 a 204,60 e na BM&F entre 230,45 e 239,80. As arbitragens Dez10/Dez10 de -21,00 a -23,30; Dez10/Mar11 de -22,50 a -25,00; Mar11/Mar11 de -21,50 a -23,00 e no Set11/Set11 de -20,00 a -22,00.

O mercado futuro do café em Nova York fechou com alta de 460 pontos. Fundos e especuladores foram responsáveis por grande volumede compras técnicas que levaram as cotações ao nível de 204,60 cents, base dez10. Este patamar foi alcançado pela última vez em 1997. Depois de trabalhar abaixo dos 198,00 cents, o mercado reagiu fortemente e registrou novo fechamento mais elevado no ano. Agora acreditamos em uma nova tentativa de alta na próxima semana com objetivo em 210,00 cents. Principais suportes em 200,00 cents e depois 198,00 cents e principais resistências em 204,60 cents e depois 210,00 cents base dez10.

 

 

Veja tambÉm: