Mercado

Dólar comercial fecha em alta de 0,76% a R$ 1,845

 

postado em 24/08/2009 | Há 8 anos

Agência Estado

Segunda-feira, 24 de agosto de 2009, 17h40

TAÍS FUOCO

As negociações no mercado interbancário de câmbio começaram a segunda-feira com indicativos de que o dólar continuaria a trajetória de baixa vista na semana passada, mas o fluxo fraco e o recuo do euro incentivaram o movimento contrário, levando a divisa a subir no período da tarde. O dólar comercial fechou em alta de 0,76% a R$ 1,845, na taxa máxima registrada no dia. Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), o dólar à vista avançou 0,79% hoje e também fechou o pregão cotado a R$ 1,845.

A moeda segue colada aos movimentos no mercado internacional e passou a subir depois que as Bolsas de Nova York reduziram os ganhos. Além disso, como a agenda externa hoje foi fraca e a de amanhã concentrará indicadores importantes do exterior, o mercado preferiu a cautela, ponderou a diretora de câmbio da AGK Corretora, Miriam Tavares.

No quadro interno, os investidores avaliaram os dados da balança comercial da terceira semana de agosto (dias 17 a 23), quando houve um superávit de US$ 415 milhões. O saldo é resultado de exportações de US$ 3,135 bilhões menos importações de US$ 2,720 bilhões, segundo dados divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Com o saldo da terceira semana, no mês de agosto a balança comercial acumula superávit de US$ 2,03 bilhões.

No calendário dos EUA amanhã, a S&P/Case-Shiller divulga sua pesquisa de preços de imóveis residenciais em junho, enquanto a Conference Board anuncia seu índice de confiança do consumidor norte-americano. No Brasil, a Fundação Getúlio Vargas divulga a sondagem do consumidor e serão conhecidos também os índices de inflação IPC-Fipe e IPCA-15 de agosto, do IBGE, assim como a nota do setor externo (transações correntes) referente a julho.

 

Veja tambÉm: