Consumo

CAFETERIA - Café com Vinil

 

postado em 22/07/2009 | Há 8 anos

21/07/2009 21:07:42 - Candango

Por Ulisses de Freitas

O final da Asa Norte está se transformando rapidamente num interessante pólo de gastronomia e boemia. Depois do sucesso do Genaro, Panelinha e café Cabíria, mais uma casa acaba de abrir para oferecer descontração, bom gosto e simpatia à  tranqüila região do Plano Piloto.

O café com Vinil, localizado na 413 Norte, bem ao lado do Parque Olhos D’Água, tem como chamariz o cardápio musical. Os próprios clientes podem escolher o que querem ouvir da coleção de discos de vinil disposta numa prateleira no interior da casa, que conta com dois pick-ups de última geração. A discoteca é variada e disponibiliza desde o jazz de Miles Davis e Ella Fitzgerald ao rock de Smiths e Creedence Clearwater Revival, passando por Roberto Carlos, Caetano Veloso, Gilberto Gil e Tom Jobim.

A idéia partiu dos três sócios e amigos Peter Ulrich, Juan Abreu e João de Carvalho. O trio promovia sessões particulares para ouvir boa música e tomar um bom café. Somos colecionadores de discos e temos curso de barista. Resolvemos, então, montar um negócio a partir de nossas paixões: discos e café, conta Ulrich.

E o café é mesmo um ingrediente fundamental na casa, a começar pelo próprio grão escolhido: o café Orfeu, oriundo do sul de Minas Gerais e considerado um dos melhores do Brasil. Boa parte dos itens do menu, preparado pela experiente chef Marilde Cavaletti, trazem variados sabores do café, a exemplo do sanduíche de pernil de javali com molho de ameixa e café, batizado de Miles Davis. Aliás, outros famosos da música dão nome aos pratos e sobremesas do café com Vinil. John Lennon é o risoto de confit de pato com redução de laranja. Já o risoto oriental, nas versões filé, frango e vegetariano, leva o nome de Yoko Ono.

A parte doce do cardápio tem como principal atração duas famosas tortas. A ópera â€" apelidada de Pink Floyd â€", é composta de finas camadas de café, creme amanteigado e chocolate amargo. A célebre floresta negra, que leva o nome do Creedence, é delicadamente alternada por mousse de chocolate branco, mousse de chocolate negro combinados com amarena.

Mesmo com uma rigorosa chef à  frente da cozinha, pratos refinados e ambientação elaborada, o café com Vinil propõe despojamento e preços razoáveis. O expresso (R$ 2,80), chamado de Cartola, em homenagem ao compositor carioca, vem acompanhado de um irresistível brigadeiro de gianduia com café. A carta de vinhos oferece rótulos chilenos, argentinos e brasileiros, cujos preços variam entre R$ 29,90 e R$ 79,00. A idéia é ter preços variados para alcançar um público diverso, diz Juan Abreu.

 

Serviço:

café com Vinil
SCLN 413 Bloco E Loja 3 a 5
3556-3776
Terça e quarta, das 17h a 1h. Quinta a sábado, das 17h à s 2h
Visa e Master
 

 

Veja tambÉm: