Mercado

BOLETIM SEMANAL DA SOMAR DESCARTA CHANCE DE GEADAS NA SEMANA

 

postado em 20/07/2009 | Há 8 anos

Agência Safras

SAFRAS (20) - Descartado risco de geada para esta semana. Acompanhe, na sequência, boletim semanal da Somar Meteorologia, com a previsão do tempo para os próximos dias, nas principais regiões produtoras de café do Brasil. A íntegra do documento foi divulgada na Agência Safras e o Blog do Café republica a vocês, alertando para o fato de que não são previstas geadas ao longo desta semana. MINAS GERAIS — A colheita segue em ritmo acelerado, já totalizando 50% do total. A região da Zona da Mata é a mais adiantada, com 70% das lavouras colhidas, ao passo que, na região Sul, os trabalhos chegam a 42%. No entanto, devido às fortes chuvas ocorridas nos últimos dias, ainda no Sul do Estado, houve queda de 20% dos frutos que ainda se encontravam na planta. Com isso, a qualidade desses grãos estará totalmente comprometida, resultando em prejuízos aos cafeicultores e exportadores, já que tal produto servirá somente ao mercado interno. A semana será de tempo aberto com pouca possibilidade de chuva, o que favorecerá tanto os trabalhos de colheita e secagem quanto à indução floral, uma vez que excesso de chuva nesse período pode comprometer a safra 2010. E, segundo os modelos climáticos, não há previsão de geadas para os próximos 15 dias. Em contrapartida, a próxima semana começará com chuvas, o que inviabilizará a colheita e a secagem dos grãos. SÃO PAULO — As condições meteorológicas permaneceram favoráveis à colheita nesses últimos 7 dias. Dessa forma, 45% das lavouras já foram colhidas. Conforme os modelos de quebra de produtividade, a produção está 8% menor do que o potencial estimado no inicio da safra e as chuvas, ocorridas entre os dias 9 e 11/07, ocasionaram queda de 20% dos frutos, o que está causando prejuízos aos cafeicultores, uma vez que tais grãos apresentam uma qualidade física e de bebida ruins. Com as qualidades depreciadas, só poderão ser comercializados no mercado interno, o que causará prejuízos aos exportadores. A semana começa com tempo parcialmente encoberto e previsão de chuvas somente a partir de quinta-feira (23), o que interfere negativamente nos trabalhos de colheita e secagem dos grãos. Não há previsão de ocorrência de geada para todo o Estado nos próximos 15 dias. PARANÁ — Com a redução das chuvas, os trabalhos de colheita avançaram e chegaram a 40% no Estado. No entanto, o tempo nublado e chuvoso dos últimos 20 dias ocasionou um atraso de 9% no percentual de lavouras colhidas quando comparado ao mesmo período da safra passada. Segundo os modelos de quebra de produtividade, a produção está 12% menor do que o potencial estimado no início da safra. Além disso, a mesma situação observada em Minas Gerais e São Paulo, também ocorreu no Paraná, cujos cafezais tiveram queda de frutos e depreciação na qualidade devido às chuvas dos dias 9, 10 e 11 de julho. A semana começa com tempo encoberto e previsão de chuva para o período de 22 a 26 deste mês, o que causará mais atrasos na colheita e depreciação dos frutos, já que as condições meteorológicas estarão totalmente desfavoráveis à secagem dos grãos durante todo esse intervalo. Não há previsão de ocorrência de geadas nos próximos 15 dias, apesar da entrada de uma nova massa de ar polar.
 

Veja tambÉm: