Mercado

Agrishow começa na segunda com de cara nova

 

postado em 25/04/2009 | Há 8 anos

Está decidido: as grandes empresas fabricantes de máquinas agrícolas, entre elas New Holland, John Deere e Agco, não participarão da Agrishow 2009, de 27 deste mês a 2 de maio, em Ribeirão Preto, SP. É a incisiva resposta de Milton Rego, vice-presidente da Anfavea, que representa as indústrias. Ele considera fundamental a relação estabelecida com os clientes na Agrishow, mas argumenta que a logística para participar da feira é complicada e cara. "Cada marca coloca pelo menos cem funcionários na estrutura:' Rego adianta que

a Anfavea defende a participação bianual das montadoras na Agrishow. Ele diz que a feira não propicia aumento de demanda, mas facilita vendas por colocar as empresas perto dos clientes.

O presidente da Agrishow, Cesário Ramalho da Silva, estava redobrando seus esforços na tentativa de levar a Anfavea a rever sua posição. Dificilmente, segundo entrevistados, o esforço de Ramalho obteria êxito.

Mesmo sem a participação dos fabricantes de máquinas, a previsão dos organizadores é de um faturamento de R$ 870 milhões, 8,7% superior ao movimento de 2008. Eles estavam muito animados com os resultados da Cotrijal, no mês passado em Não-Me-Toque, RS, que foi muito bem.

 

Veja tambÉm: