Comércio

Cafés do Brasil ocupam 5º lugar no ranking de exportações em 2017

Os Cafés do Brasil exportaram mais de 30,7 milhões de sacas de café de 60kg em 2017 e atingiram US$ 5,2 bilhões de receita cambial.

 

postado em 30/01/2018 | Há 3 semanas

30/01/2018

Nesse mesmo ano, somente os cafés diferenciados, aqueles que têm qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis, somaram volume de 5,1 milhões de sacas exportadas e obtiveram US$ 1,02 bilhão, o que corresponde a 19,6% das receitas auferidas com o produto.

Por outro lado, o total do volume de sacas de café exportado nesse ano teve um ligeiro decréscimo de 10,1% se comparado com 2016, que foi de 34,2 milhões de sacas. Contudo, com o volume de sacas das exportações de 2017, a receita cambial garantiu aos Cafés do Brasil a 5ª posição no ranking das vendas ao exterior do agronegócio brasileiro, com 5,4% de participação na receita cambial.

Contribuiu para o café figurar em quinto lugar no ranking das exportações do agronegócio brasileiro em 2017, o preço médio da saca exportada ter atingido a cotação média de US$ 169,36, valor superior em 6,6% ao do ano anterior, que foi de US$ 158,91. Assim, em primeiro lugar nesse ranking das exportações do agronegócio está o complexo soja, com US$ 31,7 bilhões; em segundo, carnes - US$ 15,5 bilhões; em terceiro, o complexo sucroalcooleiro com US$ 12,2 bilhões; e, produtos florestais, o quarto colocado, com US$ 10,2 bilhões.

Os dados e números fazem parte do Relatório mensal de dezembro de 2017, do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé.

Fonte: Climatempo

 

Veja tambÉm: