Produção

Balanço do Cecafé nas áreas de Responsabilidade Social e Sustentabilidade em 2017

A sustentabilidade se manteve como tema de relevância global durante o ano de 2017 e o Cecafé consolidou ações positivas para todo o setor cafeeiro.

 

postado em 23/01/2018 | Há 4 semanas

*Por Marjorie Miranda

 

O Planejamento Estratégico para os anos de 2016 a 2018 foi seguido, inclusive com a adoção de novos projetos e programas.

O Cecafé esteve presente em eventos, discussões e grupos de trabalho sobre mudanças climáticas, questões sociais, ambientais e regulatórias para se manter a par dos temas discutidos globalmente e assim, comensurar os desafios e oportunidades. Os programas ativos receberam especial atenção para melhorias e modernização, enquanto novos projetos e se consolidaram. Abaixo os principais destaques:

Café Seguro – reativação

Diante dos desafios internacionais para a exportação, o Cecafé, em parceria com o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (SINDIVEG), coordenou a reunião de reativação do programa “Café Seguro” para discutir as questões fitossanitárias relativas à cafeicultura brasileira.

O encontro contou com a participação de representantes das instituições: Embrapa Café, Instituto de Economia Agrícola (IEA), Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), Conselho Nacional do Café (CNC), Comissão Nacional do Café da CNA, Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), Associação Nacional de Defesa Vegetal (Andef). Também estiveram presentes profissionais do setor de agroquímicos de empresas como Syngenta, Basf, Dow, Bayer, Monsanto, Helm do Brasil, Sumitomo Chemical, Nufarm Brazil e Arysta.

Programa Produtor Informado

O Programa Produtor Informado continuou seu sucesso em 2017 e realizou 100 turmas que levaram inclusão digital e conhecimentos de boas práticas agrícolas para mais de 1.220 alunos. O Cecafé também criou o site do programa que funciona como um sistema de organização para os instrutores e para os administradores. Dessa forma, ganhou-se eficiência nos controles e análises mais detalhadas.

As parcerias com EMATER/MG, INCAPER, EMATER/RO, IFES, Fundação Hanns Neumann, Cooxupé, Via Verde, Exportadora Guaxupé, Cocapec, e Cooabriel continuam fazendo com que o programa os resultados esperados nos quatro principais estados produtores (MG, ES, SP e RO), sendo presente em mais de 100 municípios.

Semana Internacional do Café 2017

O Cecafé esteve na Semana Internacional do Café com um estande multistakeholder, em parceria com a Fundação Hanns Neumann, o Instituto Inpacto junto com a ONG americana CSR e a Plataforma Global do Café. A empresa Três Corações contribuiu com uma máquina de café e uma barista para que fossem servidos cafés produzidos por pequenos produtores de Minas Gerais, participantes do Programa Produtor Informado. A iniciativa demonstra a força das parceiras para que as operações do café brasileiro sejam cada vez mais sustentáveis.

Projeto Mesa de Café Brasil

O Cecafé estreitou sua relação com o Instituto Inpacto – principal instituição nacional a se dedicar inteiramente a erradicação do trabalho escravo no Brasil. Desse diálogo surgiu o Projeto Mesa de Café Brasil. A meta do projeto é ampliar o envolvimento dos atores na promoção de uma agenda positiva em prol do trabalho decente na cadeia produtiva do café. Objetiva-se, também, fomentar a transparência das ações de proteção social, inicialmente em Minas Gerais. O projeto conta com o apoio da ONG Americana Catholic Relief Services e do Cecafé.

Para 2018, o Cecafé já tem uma série de ações planejadas:

Programa de Sucessão Familiar

Para os jovens, os temas sucessão familiar e empreendedorismo são de relevante importância. Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), até 2030 aproximadamente 40% dos produtores rurais sairão da atividade. Diante disso, o desafio é propor ações para que os jovens visualizem as oportunidades no campo, com qualidade de vida e renda como incentivo para que eles continuem a produzir café com qualidade e sustentabilidade.

Relatório de Sustentabilidade

Todas as ações do setor serão compiladas anualmente e apresentados no Relatório de Sustentabilidade elaborado pelo Cecafé. O texto servirá como ferramenta de marketing para todo o setor exportador, para mercado interno e externo e contará com indicadores: número de pessoas beneficiadas pelos programas; organizações envolvidas e investimento social privado.

IDEXCafé – indicadores de desempenho do Setor Exportador de Café

Por meio das parcerias estabelecidas e do sistema de gestão da informação, o IDEXCafé tem como objetivo contribuir de forma significativa no monitoramento e promoção das diversas ações de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do comércio exportador.

Considerações Finais

De forma geral, não há dúvidas de que 2017 foi um ano árduo e com muitos desafios para o Brasil, especialmente para o agronegócio e para o setor exportador. Contudo, são nas adversidades que surgem as maiores oportunidades e a equipe do Cecafé encerrou o ano de 2017 com a certeza de contribuir para que o café brasileiro trilhe o caminho certo para um futuro cada vez mais sustentável e socialmente responsável.

*Marjorie Miranda é Coordenador de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do Cecafé.

 

Veja tambÉm: