Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - N.Y. fechou a quarta-feira em alta

Mercado interno mostrou-se mais animado, bolsa de N.Y. fechou a quarta-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -0,65 pontos e máxima de +2,95 fechando com +2,35 pts.

 

postado em 29/11/2017 | Há 2 semanas

MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.  
Sul de Minas R$ 470,00 R$ 450,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 470,00 R$ 450,00 Dezembro/2017 129,60 +2,15
Alta Paulista/Paranaense R$ 460,00 R$ 440,00 Março/2018 132,20 +2,35
Cerrado R$ 475,00 R$ 455,00 Maio/2018 134,40 +2,35
Bahiano R$ 460,00 R$ 440,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Futuro 2018 - 6/7 15%cat R$ 480,00 R$ 470,00 Dezembro/2017 162,30 +3,80
Futuro 2019 - 6/7 15%cat R$ 540,00 R$ 530,00 Março/2018 166,00 +2,50
Dólar Comercial: R$ 3,2400      

O dólar comercial fechou em alta de 0,98%, cotado a R$ 3,2400. Investidores estavam preocupados com a possibilidade de o governo não conseguir aprovar a reforma da Previdência.

O Brasil tem chances de colher uma grande safra de café em 2018, mas a exportação da commodity não deve se recuperar do mesmo modo, uma vez que os estoques locais seguem enxutos e a competição no mercado internacional está cada vez mais acirrada para os brasileiros, que também lidam com custos crescentes que reduzem sua competitividade. Maior exportador global de café, o Brasil vem perdendo seu peso no comércio da commodity desde 2015, quando embarcou um recorde de 37 milhões de sacas --o país deve exportar em 2017 menos café ante a temporada anterior pelo segundo ano seguido. Pelos dados mais recentes da Organização Internacional do Café (OIC), o país respondeu por 25,8 por cento das exportações mundiais do produto na safra 2016/17 (outubro/setembro), ante 29,6 por cento em 2015/16. O motivo por trás disso foi principalmente a quebra de produção de robusta no Espírito Santo em 2015 e 2016 por causa da seca, que apertou as reservas da variedade e fez o país perder clientes no exterior. Os importadores ainda têm enfrentado concorrência do próprio mercado do Brasil, depois dos Estados Unidos o segundo consumidor global de café, que deve crescer a uma taxa de 3,5 por cento ao ano até 2021, segundo Euromonitor International. Nesse contexto, preços considerados pouco atrativos pelos cafeicultores acabaram por desestimular ainda mais as exportações. Os embarques totais do país (café verde, torrado & moído e solúvel) caíram 10,7 por cento até outubro e devem fechar o ano 5 por cento abaixo do previsto, segundo o conselho de exportadores (Cecafé). Dessa forma, espera-se apenas um 2018 de recuperação tímida nos embarques. Para matéria completa acessem https://goo.gl/3UWHGt . Fonte: Reuters via DCI.

O café especial produzido pelo produtor Gabriel Alves Nunes, na Fazenda Bom Jardim, em Patrocínio (MG), na Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, campeão da categoria "Pulped Naturals" do Cup of Excellence – Brazil 2017 bateu o recorde mundial de maior valor pago por um lote no leilão do concurso. Esse café foi dividido em dois lotes: o primeiro recebeu o lance US$ 130,20 por libra peso das empresas Maruyama Coffee, Sarutahiko Coffee (Japão) e Campos Coffee (Austrália), valor que corresponde a *R$ 55.457,60 (US$ 17.222,86) por saca de 60 kg e é o mais caro pago por um campeão do certame. O segundo lote foi negociado por US$ 120 por libra peso, ou *R$ 51.116,17 (US$ 15.873,60) por saca. Ao final dos negócios, todos os cafés produzidos por via úmida (cerejas descascados e/ou despolpados) ofertados no concurso realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), foram negociados com ágio em relação ao preço de abertura e registraram a movimentação financeira total de * R$ 1.151.092,11 (US$ 357.459,82). O lance médio também foi recorde no Brasil, a US$ 12,75 por libra peso, o que equivale a *R$ 5.431,09 (US$ 1.686,57) por saca. Confira o resultado no site da ACE:  https://goo.gl/vkdaJQ  . Para matéria completa acessem https://goo.gl/tDp6ti. Fonte: BSCA.
 

 
Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini

 

Veja tambÉm: