Consumo

LIVRO: MARIA LUISA RODENBECK: a empresária que trouxe a Starbucks para o país do café

Ousadia, persistência e criatividade na história da carioca que levou nove anos para conquistar a marca de cafeterias para o Brasil – e faleceu pouco tempo depois da inauguração das primeiras lojas, exatos dez anos atrás

 

postado em 07/11/2017 | Há 2 semanas

LIVRO: MARIA LUISA RODENBECK: a empresária que trouxe a Starbucks para o país do café

 
“You got your order! Esse foi mais longo namoro de um parceiro na história da Starbucks”, definiu Howard Schultz ao bater o martelo pela ida da marca para o Brasil, pelas mãos de Maria Luisa Rodenbeck, em 2006. Era o sonho da empreendedora, que participara da implantação do McDonald´s e da rede Outback Steakhouses no país, ao lado do marido Peter Rodenbeck. Mas faleceu num acidente no Rio de Janeiro, dez meses depois da abertura das primeiras lojas.
Chega às livrarias nesse mês de outubro o livro que conta essa história em detalhes – Maria Luisa Rodenbeck – a empresária que trouxe a Starbucks para o país do café (Ed. Verbo Virtual, 204 p., R$ 59). Escrito pela jornalista Luciana Medeiros, faz um retrospecto da trajetória de Maria Luisa, aqui recontada por colegas, amigos, família, admiradores. E detalha a chegada da rede, descortinando as longas negociações, as inovações no processo – estabeleceram-se aqui novos parâmetros para a chegada da marca a um novo mercado -, os avanços e recuos entre 1997 e 2006.
Com base nos depoimentos de 170 entrevistados – entre os quais Howard Schultz, o mítico empresário que criou a rede mundial de cafeterias – Maria Luisa surge como um perfil singular de realizador no mundo dos negócios, uma incrível mistura de eficiência e afeto.
 
 
“Maria Luisa tinha essa capacidade única e especial de trazer as pessoas para perto. Não é fácil encontrar mulheres com a sua coragem, aliada a um saudável respeito pela tradição da Starbucks. Agia com tanta naturalidade e espontaneidade! E era tão verdadeira”. Howard Schultz, criador do império Starbucks
 
 
Sua vida e suas escolhas profissionais são exemplo a ser conhecido – por profissionais do business, jovens que desejam empreender, por todos que procuram um caminho de realização. “Ouço a razão e consulto o coração”, escreveu certa vez.  Acreditava na dedicação, no aprendizado, na troca. Dividia conhecimento. Começou no mundo business como secretária no McDonald’s Brasil, participando da verdadeira aventura que foi a chegada da rede ao país, trazida por Peter Rodenbeck, com quem se casaria.
 
 
“Maria Luisa era ativíssima, uma precursora no Brasil em termos de seu interesse pelo mundo dos negócios. Tenho certeza de que ela teria gostado de ver as brasileiras ocupando cada vez mais as posições de poder”.  Jorge Paulo Lemann, empresário
 
 
Apaixonada por viagens, livros e idiomas, Maria Luisa Novello Rodenbeck acabaria se tornando uma estrela do mundo empreendedor com sua conquista de uma das mais cobiçadas marcas do mundo da alimentação. Uma vida tecida nos fios da persistência, do trabalho constante, da profunda honestidade, do afeto e da visão cheia de esperança num Brasil com mais oportunidades para todos. Sua história é uma ferramenta de reflexão, um exemplo de determinação, competência, honestidade e afeto.
 
“Maria Luisa acreditava permanentemente na bondade das pessoas, na humanidade. Foi sua determinação que trouxe a experiência Starbucks para as pessoas no Brasil, um sonho que ela perseguiu por quase dez anos”. Pablo Arizmendi-Kalb, vice-presidente da Starbucks para a América Latina
 
 
Ficha técnica:
 
MARIA LUISA RODENBECK: a empresária que trouxe a Starbucks para o país do café

Luciana Medeiros

Ed Verbo Virtual

204 pp.,23cm x 17,5cm - Preço: R$ 59

A autora: Luciana Medeiros é carioca e jornalista. Escreveu, em parceria com João Luiz Sampaio, “Antonio Meneses: arquitetura da emoção” (Ed. Algol) e “Guiomar Novaes do Brasil” (BNDES/Kappa Editorial). Organizou o volume “25 cronistas falam de superação” (Ed. Verbo Virtual).
 

 

Veja tambÉm: