Produção

Produtores de Patrocínio (MG) e Domingos Martins (ES) vencem o Cup of Excellence - Brazil 2017

O café produzido por Henrique Leivas Sloper de Araújo, nas Montanhas do Espírito Santo, foi o melhor da categoria "Naturals". Já o café de Gabriel Alves Nunes, cultivado no Cerrado Mineiro, sagrou-se campeão da categoria "Pulped Naturals"

 

postado em 23/10/2017 | Há 4 semanas

Em cerimônia de anúncio e premiação dos vencedores do Cup of Excellence – Brazil 2017, realizada na noite de domingo, 22 de outubro, no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), no Campus de Venda Nova do Imigrante (ES), o produtor Henrique Leivas Sloper de Araújo, com o café produzido na Fazenda Camocim, em Domingos Martins, nas Montanhas do Espírito Santo, foi o campeão da categoria "Naturals", com a nota 93,60 pontos. Já o café cultivado por Gabriel Alves Nunes, no Sítio Bom Jardim, em Patrocínio (MG), na Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, sagrou-se campeão da categoria "Pulped Naturals" com a pontuação de 92,33 pontos.
 
O Cup of Excellence – Brazil 2017, realizado pela Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e a Alliance for Coffee Excellence (ACE), é o principal concurso para cafés especiais do mundo e teve 57 vencedores no total, que obtiveram nota igual ou superior a 86 pontos (escala de zero a 100 pontos) do júri internacional, sendo 32 na categoria "Naturals" e 25 na "Pulped Naturals".
 
NATURALS
Dos 32 vencedores na categoria dedicada aos cafés colhidos e secos com casca, cinco obtiveram o título de café presidencial, com nota superior a 90 pontos. Além do campeão Henrique Sloper de Araújo, os lotes produzidos por Paulo Henrique Miranda, Fazendas Klem e José Bernardes Santana Junior, na região das Matas de Minas, e por Ismael José de Andrade, na Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, completam o seleto grupo. A categoria também teve cinco cafés considerados "National Winners", que foram classificados com notas entre 84,00 e 85,99 pontos.
 
A região com o maior número de vencedores na categoria "Naturals" foi a Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas, com 13 amostras (35,1% do total). Na sequência, vieram a Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, com oito amostras (21,6%); Matas de Minas e a Indicação de Procedência do Sul de Minas, com cinco lotes cada (13,5%); Indicação de Procedência da Alta Mogiana de São Paulo, com três amostras (8,1%); e Chapada de Minas, Média Mogiana de São Paulo e Montanhas do Espírito Santo, com uma amostra cada (2,7%). O resultado completo está disponível no site da BSCA: http://bsca.com.br/assets/CoE-Brazil-2017-ResFinal-NAT.pdf.
 
PULPED NATURALS
Já na categoria voltada aos cafés cerejas descascados e/ou despolpados, quatro amostras receberam o título de café presidencial, também obtendo nota superior a 90 pontos do júri internacional. Duas são originárias das Matas de Minas, dos produtores Luiz Henrique Macedo Teixeira e Luís Mauro Araújo Miranda, uma da Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas, do cafeicultor Paulo Sergio Noronha Barleta, além do campeão Gabriel Alves Nunes, da Denominação de Origem do Cerrado Mineiro. Houve, ainda, oito "National Winners", com notas entre 84,00 e 85,99 pontos.
 
No total, a região das Matas de Minas se destacou com 13 amostras (39,4% do total) vencedoras na categoria. Os demais ganhadores são oriundos da Chapada Diamantina, com cinco lotes (15,2%); Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas e Montanhas do Espírito Santo, com três amostras cada (9,1%); Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, Média Mogiana de São Paulo, Indicação de Procedência do Norte Pioneiro do Paraná e Sul de Minas, com dois lotes (6,1%); e Chapada de Minas, com uma amostra (3,0%). O resultado completo está disponível no site da BSCA: http://bsca.com.br/assets/CoE-Brazil-2017-ResFinal-PN.pdf.
 
LEILÃO DOS VENCEDORES
O próximo passo do Cup of Excellence – Brazil 2017 é o disputado leilão, via internet, dos vencedores de cada categoria, que já pagou mais de *R$ 18 mil por saca ao campeão do principal concurso de qualidade para cafés especiais em 2016. Para os vitoriosos na "Pulped Naturals", o leilão dos vencedores ocorrerá no dia 28 de novembro, enquanto para os vencedores da "Naturals" será realizado em 7 de dezembro. Já os "National Winners" de ambas as categorias serão ofertados em leilão entre 26 de novembro e 9 de dezembro.
 
BRAZIL. THE COFFEE NATION
O Cup of Excellence – Brazil 2017 é ação integrante do projeto setorial "Brazil. The Coffee Nation", que é desenvolvido em parceria por BSCA e Apex-Brasil, e tem como foco a promoção comercial dos cafés especiais brasileiros no mercado externo. O objetivo é reforçar a imagem dos produtos nacionais em todo o mundo e posicionar o Brasil como fornecedor de alta qualidade, com utilização de tecnologia de ponta decorrente de pesquisas realizadas no País. O projeto visa, ainda, a expor os processos exclusivos de certificação e rastreabilidade adotados na produção nacional de cafés especiais, evidenciando sua responsabilidade socioambiental e incorporando vantagem competitiva aos produtos brasileiros.
 
Iniciado em 2008, a vigência do atual projeto se dá entre maio de 2016 ao mesmo mês de 2018 e os mercados-alvo são: (i) EUA, Canadá, Japão, Coreia do Sul, China/Taiwan, Reino Unido, Alemanha e Austrália para os cafés crus especiais; e (ii) EUA, China, Alemanha e Emirados Árabes Unidos para os produtos da indústria de torrefação e moagem. As empresas que ainda não fazem parte do projeto podem obter mais informações diretamente com a BSCA, através dos telefones (35) 3212-4705 / (35) 3212-6302 ou do e-mail exec@bsca.com.br.
 
* No leilão dos vencedores da categoria “Pulped Naturals” do Cup of Excellence – Brazil 2016, cada saca do lote campeão, do produtor José Joaquim Oliveira, da Fazenda Santa Bárbara, localizada em Piatã (BA), foi vendido por R$ R$ 18.921,67.
 

Veja tambÉm: