Comércio

Exportações mundiais de café caíram 8,4% em agosto, segundo OIC

Os dados foram divulgados há pouco pela entidade sediada em Londres.

 

postado em 06/10/2017 | Há 2 semanas

Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Porto Alegre, 06 de outubro de 2017 – As exportações de café dos países membros da Organização Internacional do Café (OIC) totalizaram 9,872 milhões de sacas de 60 quilos em agosto, décimo-primeiro mês da safra mundial 2016/17 (outubro/setembro), contra 10,775 milhões de sacas registradas no mesmo mês de 2016, queda de 8,4%.

As exportações acumuladas nos primeiros onze meses da temporada (entre outubro e agosto) somaram 113,281 milhões de sacas, alta de 5,8% em relação ao mesmo período de 2015/16, quando foram embarcadas 107,050 milhões de sacas.

Conforme a OIC, o Brasil exportou 2,539 milhões de sacas de café em agosto, contra 3,043 milhões de sacas no mesmo mês de 2016, queda de 16,6%.

Entre outubro e agosto, o maior produtor mundial exportou 29,280 milhões de sacas de café, contra 31,577 milhões de sacas no mesmo período de 2015/16, queda de 7,3%.

Exportações Brasil

As exportações brasileiras de café em grão obtiveram receita de US$ 359,6 milhões em setembro, com média diária de US$ 18,0 milhões em 20 dias úteis.

O volume embarcado totalizou 2.177.200 sacas de 60 quilos, com média diária de 108,9 mil sacas. O preço médio foi de US$ 165,20 por saca.

Os dados foram divulgados pela Secretária de Comércio Exterior (Secex).

Em agosto de 2017, o Brasil havia obtido receita de US$ 384,6 milhões - média de US$ 16,7 milhões, através das exportações de 2.375.500 sacas de café, com média diária de 103,3 mil sacas. O preço médio ficara em US$ 161,9 por saca.

Na comparação entre setembro de 2017 e agosto de 2017, as exportações de café subiram 7,5% no valor médio diário e 5,4% na quantidade média diária, enquanto o preço médio avançou 2,0%. Entretanto, o volume total de café verde exportado em setembro caiu 8,3% contra agosto.

Em setembro do ano passado, a receita das exportações de café havia somado US$ 458,8 milhões (média diária de US$ 21,8 milhões), e o volume embarcado chegara a 2.755.400 sacas (média de 131,2 mil sacas/dia), com preço médio de US$ 166,50 por saca.

Houve em setembro de 2017, uma queda de 17,7% em receita média diária e uma queda de 17,0% na quantidade média diária embarcada no comparativo com o mesmo mês de 2016. O preço médio diário nas exportações em setembro de 2017 foi 0,8% menor que o de setembro de 2016.

As exportações em volume total de café verde em setembro de 2017 foram 21,0% menores que o volume de setembro de 2016.

 

Veja tambÉm: