Consumo

Consumo de cápsulas de café deve aumentar mais de 100% até 2019

O apreço por cafés de alta qualidade e as chamadas monodoses (cápsulas). Mesmo no Brasil, esses costumes se firmam e representam segmentos com fortes altas nas parcelas de consumo, principalmente entre o público jovem.

 

postado em 13/09/2017 | Há 2 meses

Duas tendências marcam os hábitos mais recentes no consumo mundial de café: O apreço por cafés de alta qualidade e as chamadas monodoses (cápsulas). Mesmo no Brasil, esses costumes se firmam e representam segmentos com fortes altas nas parcelas de consumo, principalmente entre o público jovem. Hoje, a faixa etária entre 16 e 25 anos é a que mais se interessa pela bebida, especialmente nas grandes metrópoles, segundo pesquisa da Euromonitor International, encomendada pela Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), que analisou as tendências de consumo para a bebida no período de 2014 a 2019.

Ainda segundo a pesquisa, o público consumidor está cada vez mais exigente – 44% estariam dispostos ou muito dispostos a pagar um valor superior por um café de excelente qualidade e por isso o setor aposta na popularização dos chamados cafés gourmet, superior e/ou especiais. “O conhecimento dos consumidores aumentou muito. Se antes era pouco comum saber reconhecer os tipos da bebida, hoje as pessoas já sabem que o café, assim como o vinho, tem tipos e particularidades que influenciam diretamente no seu sabor, aroma e preço” explica o diretor-executivo da ABIC, Nathan Herszkowicz. Segundo ele, o café é associado a uma experiência diferenciada de consumo que proporciona prazer e satisfação.

Leia a notícia na íntegra no site Agrimoney

Fonte: InfoMoney

 

Veja tambÉm: