Produção

Polícia Civil prende sete pessoas e recupera mais de 600 sacas de café furtadas em Patrocínio

Dono de uma fazenda relatou que crimes aconteciam há três meses. Homens confessaram que furtavam produto e recebiam por dia de trabalho.

 

postado em 25/08/2017 | Há 4 semanas

Por G1 Triângulo Mineiro

Polícia Civil prende sete pessoas e recupera mais de 600 sacas de café furtadas em Patrocínio

Mais de 600 sacas de grãos de café foram recuperadas na zona rural de Patrocínio ( Foto Policia Civil)

25/08/2017 - Após uma operação para investigar crimes na zona rural de Patrocínio, no Alto Paranaíba, a Polícia Civil prendeu, na noite desta quinta-feira (24), sete pessoas suspeitas de furtarem café em uma fazenda da região. Foram aprendidos vários veículos, telefones celulares e cerca de 640 sacas de grãos foram recuperadas.

Conforme a ocorrência, o dono de uma fazenda, de 34 anos, foi até a delegacia relatando ser vítima de diversos furtos de café ocorrido nos últimos três meses. Disse também que os autores são moradores de um arraial conhecido como Chapadão de Ferro e de um assentamento de sem-terra próximo à propriedade e que utilizavam carros e motocicletas para realizar o crime.

Com todas as informações apresentadas pela vítima, os policiais foram até a fazenda e durante o levantamento dos fatos, encontraram um dos suspeitos, de 23 anos, juntando grãos de café do chão. Ele foi preso em flagrante e confessou estar realizando os furto no local por cerca de 15 dias com outros indivíduos. O jovem contou que recebia cerca de R$ 200 por dia de um homem que encomendava o crime. Junto com ele foram encontradas seis sacas de café.

Continuando as investigações no local, as autoridades se depararam com diversas pessoas praticando o crime. As mesmas perceberam a presença da polícia e fugiram. Os policiais viram um dos carros suspeitos, foi iniciada a perseguição e abordagem. Cerca de 30 sacas de café foram recuperadas em uma casa no Arraial do Chapadão de Ferro.

Um tempo depois, os investigadores flagraram o segundo suspeito, de 31 anos, que chegou até a residência pilotando uma motocicleta e demonstrando nervosismo. Os polícias acionaram a mãe do homem, que compareceu ao local e confessou a participação do filho nos furtos. O celular dele foi vistoriado e havia várias conversas com outros três homens, de 33, 35 e 41 anos, que também participavam do crime.

Enquanto os policiais estavam na casa do segundo suspeito, os outros três criminosos se aproximaram e confessaram a participação na ação. Logo depois, indicaram que grande parte do café furtado estava em uma região do assentamento. No mesmo local, também foram identificados mais dois autores, um homem de 58 anos e filho dele, de 31 anos. Com eles foi apreendido um carro e aproximadamente 30 sacas de café.

O resultado da operação, segundo a Polícia Civil, foi à apreensão de uma motocicleta, três carros, celulares utilizados para a comunicação do crime, ferramentas para juntar e embalar os grãos e a prisão de sete pessoas. As 640 sacas de café recuperadas foram devolvidas para o proprietário da fazenda e os veículos foram encaminhados para o pátio credenciado.

 


Sete pessoas foram presas; dono de fazenda disse que crimes aconteciam há três meses (Foto: Polícia Civil/Divulgação ) Sete pessoas foram presas; dono de fazenda disse que crimes aconteciam há três meses (Foto: Polícia Civil/Divulgação )

Sete pessoas foram presas; dono de fazenda disse que crimes aconteciam há três meses (Foto: Polícia Civil/Divulgação )

 

Veja tambÉm: