Estatísticas

Rabobank estima cotações do café mais altas no mercado nos próximos meses com problemas na safra

A instituição aponta que problemas na safra de importantes países produtores pode servir de impulso para o mercado nos próximos meses.

 

postado em 25/08/2017 | Há 3 meses


O Rabobank, um dos maiores bancos especializados em commodities do mundo, estimou nesta quinta-feira (24) que os futuros do café arábica na Bolsa de Nova York (ICE Futures US) podem trabalhar em 137,00 cents/lb, em média, nos últimos três meses de 2017. Isso é mais do que o contrato dezembro/17 registra atualmente, cerca de 129,00 cents/lb.

A instituição aponta que problemas na safra de importantes países produtores pode servir de impulso para o mercado nos próximos meses. "As árvores em Honduras estão mostrando sinais de estresse após a última colheita que foi grande", o que ajudou a fortalecer os suprimentos mundiais de arábica, de um modo geral.

No Brasil, conforme temos reportado nas últimas semanas, o surto de broca "representa um problema crescente" para safra, segundo o Rabobank. Para a instituição, esse é um fator chave para a safra do país que é o maior produtor e exportador da variedade arábica no mundo, bem como o período de floração que sempre depende de boas condições climáticas.

De acordo com informações da Cooxupé (Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé), principal cooperativa do Brasil e uma das maiores do mundo, cerca de 6% dos lotes enviados até o momento para a entidade apresentam problemas causados pela praga. A alta incidência do inseto além de impactar diretamente na produção também prejudica a qualidade de bebida.

A Cooxupé esperava receber de seus cooperados nesta safra cerca de 5,6 milhões de sacas de 60 kg, mas o volume deve ficar entre 4,8 milhões e 4,9 milhões de sacas, segundo projeção à agência de notícias Reuters do superintende comercial da cooperativa, Lúcio Araújo Dias.


Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas

 

Veja tambÉm: