Tecnologias

Empresas do agronegócio que investem em gestão têm aumento de até 25% em seu faturamento anual

Ferramentas também favorecem maior participação de mercado e redução nos custos

 

postado em 23/08/2017 | Há 4 semanas

As empresas do setor de agronegócios, principalmente de pequeno e médio porte, muitas vezes apresentam deficiências em sua gestão, o que dificulta o crescimento do faturamento e da sua participação de mercado. Quando a administração é familiar ou envolve sócios, o problema tende a se agravar e muitas vezes uma companhia com grande potencial acaba ficando estagnada ou até fecha suas portas após anos de resultados negativos.
 
Com as ferramentas e o modelo de negócio certos, têm sido alcançados incrementos de até 25% no faturamento, reduções por volta de 5% nos custos e evolução na participação de mercado de três a 15 pontos percentuais ao ano, explica o diretor da Ello Agronegócios e Consultoria, Leandro Ponchio, com base em suas experiências. As estratégias de gestão também permitem reposicionamento dos preços, de sete a dez pontos percentuais. “Além disso, o ambiente de trabalho melhora, reduzindo a rotatividade de colaboradores e aumentando a motivação e o rendimento de todos”, explica.
 
Segundo Ponchio, é crucial que a empresa tenha um propósito genuíno e metas objetivas para seus colaboradores. “Sem governança, não há direcionamento nem clareza nos resultados. Com isso, o funcionário fica insatisfeito e o cliente final recebe os resultados negativos dessa equação. ”
 
Entre as técnicas e serviços que uma gestão profissional podem oferecer estão treinamentos para colaboradores e distribuidores, pesquisas de clima organizacional, de posicionamento da marca e desempenho de preços, estratégias de acesso ao mercado e posicionamento e lançamento de produtos. “Acreditamos que não basta apenas oferecer o serviço, temos que auxiliar nossos clientes na implementação dessas mudanças.  Normalmente, um resultado de pesquisa requer mudanças nas dinâmicas estabelecidas nas empresas ou, até mesmo, que o negócio todo seja repensado”, orienta Henrique Servolo, diretor e pesquisador da Ello Agronegócios e Consultoria.
 
Case de sucesso

Referência em adubação verde e sementes, a Piraí Sementes está há 40 anos no mercado e implantou a gestão profissional de sua empresa para alavancar ainda mais seus resultados. O trabalho desenvolvido pela Ello Agronegócios e Consultoria para a Piraí tem como objetivos a prospecção de novos mercados, divulgação dos benefícios da adubação verde, posicionamento da marca e treinamento da equipe comercial. “A gestão interna também está sendo trabalhada, com a criação de novos cargos e metas. Todas as ações estão sendo desenvolvidas a partir das pesquisas de saúde/clima organizacional (OHI) e de satisfação dos clientes (NPS) realizadas pela Ello”, conta Servolo.
 
De acordo com o planejamento do negócio, há expectativa de um aumento significativo do Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), melhor desempenho de preços na comparação com a temporada 2015/16 e recomendação dos clientes dos produtos e serviços da Piraí Sementes.
 
Para o diretor comercial da Piraí Sementes, José Donizeti Carlos,
o objetivo maior do trabalho desenvolvido com a Ello é a governança focada na reorganização da empresa e transparência para o mercado.  “Temos como expectativa a redução de custos operacionais e ganho na margem de comercialização dos nossos produtos. Enfim, queremos aumentar a lucratividade da empresa. “
 
Ello Agronegócios e Consultoria
 
A empresa surgiu da experiência de profissionais de inteligência de mercado, agronomia, comunicação, marketing e gestão, com mais de 20 anos de experiência e profundo conhecimento da dinâmica do agronegócio. Sua equipe realiza pesquisas – de mercado, opinião de clientes, saúde organizacional, entre outras –, levantamentos agronômicos e análise de mercado para auxiliar o agricultor e todos os agentes do setor na tomada de decisão de seu negócio. A empresa também desenvolve indicadores de desempenho, comportamento de mercado e de clientes para outros segmentos, como industrial e varejo. Recentemente, lançou seu braço voltado para capacitação e educação, chamado Ello Educacional. O primeiro produto foi o curso que ensina a operar na Bolsa de Valores.

 

Veja tambÉm: