Produção

Federação dos Cafeicultores do Cerrado apresenta o V Prêmio Região do Cerrado Mineiro

Período de envio de amostras já está aberto e vai até o dia 12 de setembro

 

postado em 23/08/2017 | Há 3 meses

Federação dos Cafeicultores do Cerrado apresenta o V Prêmio Região do Cerrado Mineiro

 
Pelo 5º ano consecutivo os melhores cafés da Região do Cerrado Mineiro serão conhecidos e premiados através do “Prêmio Região do Cerrado Mineiro”, promovido pela Federação dos Cafeicultores do Cerrado.  A plataforma já se tornou tradicional no calendário dos produtores da Região, que já iniciam a safra buscando seus melhores lotes.

Para a edição de 2017 as modalidades de comercialização dos lotes serão mantidas a exemplo da edição passada, em que o leilão dos 50 melhores lotes foi um grande sucesso com a venda de todos os lotes ofertados, ultrapassando R$1 milhão. Os três primeiros colocados de cada categoria, natural e cereja descascado terão ainda, a venda garantida de lote de 20 sacas para empresas parceiras da Região como cafeterias, torrefações e micro torrefações principalmente voltadas para o mercado interno.

Em 2016 a Nutrade/Sygenta e a Terra Forte foram as maiores arrematadoras dos lotes do leilão levando juntas 84% dos lotes ofertados. Os lotes campeões foram adquiridos pela Lucca Cafés Especiais, William & Sons Coffee Co., Mundo Café, Nuance Café Especiais, Dulcerrado, Tres Corações, Cerrad Coffee, Cafebras e Suplicy Cafés Especiais.

O processo de seleção muda um pouco para a edição deste ano. Os lotes passaram agora por três fases de classificação. Na primeira serão selecionados os 50 melhores cafés enviados, divididos na categoria natural e cereja descascado. Os lotes classificados serão depositados nos armazéns credenciados à Federação dos Cafeicultores do Cerrado, conferidos e só então passarão para a segunda fase de provas, essa sim, dará o ranqueamento final dos cafés.  Além disso, a fase ético e rastreável que avalia a maneira de produzir o café, que deve ser sustentável e que compartilhe valor para toda a Região está mantida e também tem peso na colocação final, sendo a terceira e última fase de avaliação.

O período de envio de amostras já começou e vai até o dia 12 de setembro, envio esse que deve ser feito através das cooperativas ou associações filiadas e ainda pelos armazéns credenciados. As amostras devem ser enviadas à Federação dos Cafeicultores do Cerrado. A divulgação dos 50 finalistas acontece no dia 22 de setembro e a etapa de raqueamento acontece nos dia 30 e 31 de outubro.

As provas serão coordenadas pela Savassi Certificação, juntamente com um time de árbitros e receberão a auditoria da Safe Trace, trazendo total idoneidade e transparência ao processo. A Região do Cerrado Mineiro tem uma grande vocação na produção de cafés naturais por isso, na classificação final serão escolhidos os 30 melhores cafés naturais e os 20 melhores cafés cereja descascado.
 
Premiação e valores

Os lotes são fixos em 20 sacas para ambas as categorias. Porém os três primeiros lugares de cada uma delas terão o lote divido. Serão 14 sacas vendidas pela modalidade “Parcerias Sustentáveis”, que é a venda antecipada dos lotes e 6 sacas serão levadas ao leilão com preço mínimo igual ao vendido na modalidade de venda antecipada.

O primeiro lugar de cada categoria recebe R$1.980,00 por saca; o segundo R$1.540,00 e o terceiro recebe R$1.320,00; perfazendo os totais de R$39.600,00; R$30.800,00 e R$26.400,00 pelos lotes de 20 sacas.
Os demais lotes classificados entre 4º 30º na categoria natural e do 4º ao 20º na categoria cereja descascado serão levados a leilão, os lances serão superiores ao preço de mercado, e serão conhecidos com antecedência de 30 dias ao evento de premiação.
 
Cerimônia de premiação

A cerimônia de premiação com a revelação de quem são os melhores produtores da safra 2017/2018 acontece no dia 10 de novembro no Palácio de Cristal, na cidade de Uberlândia. O evento exclusivo para convidados reúne produtores, compradores, importadores, exportadores e imprensa em um evento que já se tornou tradicional na Região.
 
Apresentação da Safra

A apresentação do “Relatório da Safra da Denominação de Origem Região do Cerrado Mineiro”, uma análise detalhada dos principais indicadores desta safra também está mantida.

Os sabores e características sensoriais da safra serão analisados e divulgados durante o V Prêmio Região do Cerrado Mineiro. Tarefa essa, executada pelo Professor Doutor Flávio Meira Borém (UFLA). Os resultados serão apresentados em um evento para um público seleto de compradores, torrefadores, exportadores convidados e imprensa.
 
 
Como participar?

1)    Poderão participar apenas produtores credenciados a Federação dos Cafeicultores do Cerrado. Caso não seja produtor credenciado procure sua cooperativa e faça seu cadastro.

2)    Inscreva seu lote. Cada produtor (CPF ou CNPJ) poderá inscrever uma amostra, por categoria, por inscrição estadual. As propriedades que possuem mais de um proprietário, CNPJ ou inscrição de produtor rural, também só poderão ter uma amostra de cada categoria cadastradas para o prêmio.

3)    Padrão: peneira 16/18 com vazamento máximo de 5% na peneira 16, tipo 2 pela classificação oficial brasileira.

4)    Tamanho do lote: 20 sacas pra ambas as categorias

 

Os produtores que tiverem interesse em concorrer ao Prêmio de Região do Cerrado Mineiro poderão obter mais informações em sua Cooperativa ou Associação filiada ou ainda, através do site www.cerradomineiro.org/premio 

 

Veja tambÉm: