Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira em alta

N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira em alta, a posição setembro oscilou entre a mínima de -0,65 pontos e máxima de +2,65 fechando com +1,90 pts.

 

postado em 07/08/2017 | Há 2 meses


MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.  
Sul de Minas R$ 495,00 R$ 475,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 495,00 R$ 475,00 Setembro/2018 142,05 +1,90
Alta Paulista/Paranaense R$ 485,00 R$ 465,00 Dezembro/2018 145,55 +1,85
Cerrado R$ 500,00 R$ 480,00 Março/2019 149,10 +1,85
Bahiano R$ 485,00 R$ 465,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Futuro 2018 - 6/7 15%cat R$ 550,00 R$ 540,00 Setembro/2018 169,80 +1,55
Futuro 2019 - 6/7 15%cat R$ 585,00 R$ 575,00 Dezembro/2018 175,65 +2,45
Dólar Comercial: R$ 3,1250      

O dólar comercial fechou estável, cotado a R$ 3,1250. No cenário interno, investidores acompanhavam os esforços na articulação do governo para conseguir dar andamento às reformas no Congresso Nacional, sobretudo a da Previdência.

Os estoques europeus de café subiram em abril e maio pelo terceiro e quarto mês consecutivo, disse a Federação Europeia de Café na quinta-feira (3). As informações são da agência de notícias financeiras Dow Jones Newswires. Os estoques de café em abril subiram 3,78%, ou 25.097 toneladas do grão. O total de café em cinco portos no final de abril foi de 668.716 toneladas (11,15 milhões de sacas de 60 kg). A ECF, sigla em inglês de Federação Europeia de Café, acompanha os estoques nos portos da Antuérpia, Hamburgo, Genova, Le Havre e Trieste. Em maio, os estoques do grão na Europa avançaram 2,52%, ou 17,331 toneladas. O total de grãos nas cinco localidades europeias no final de maio foi de 706.047 toneladas (11,77 milhões de sacas). A Antuérpia foi uma das principais impulsionadoras do impulso nos estoques em ambos os meses, representando 18.463 toneladas das mais de 42 mil toneladas adicionadas em abril e junho. O aumento nos estoques em abril também foi ajudado pelo ingresso de 13.418 toneladas de Gênova, onde caíram em seis dos nove últimos meses até abril. Gênova também contribuiu com 3.043 toneladas para o número de maio. Hamburgo também foi uma importante fonte em ambos os meses, somando 3.152 toneladas em abril e 5.205 toneladas em maio. Trieste perdeu 1.556 toneladas em abril, mas depois adicionou 2.674 toneladas em maio aos estoques europeus. A organização também já rastreou anteriormente os estoques de Bremen, mas deixou de fazer isso no final de janeiro, após um período de 14 meses no qual os números do porto não estavam disponíveis. Com as últimas 103.706 toneladas de Bremen subtraídas do total da ECF em janeiro, os estoques oficiais caíram nesse mês. Excluindo Bremen, o total de grãos nos outros cinco portos aumentaram por sete meses consecutivos. Via Notícias Agrícolas.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) repassou, nesta sexta-feira (4), R$ 1,2 bilhão aos agentes financeiros que operam com Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). Os recursos foram transferidos para os bancos Fibra, Rabobank, ABC Brasil, BDMG, Ribeirão Preto, Pine e Cooperativa de Crédito de Livre Admissão de Patrocínio e Região - SICOO COOPACREDI. As liberações para as sete instituições financeiras contratadas pelo Funcafé, de um total de 34 bancos, somam R$ 618 milhões para a linha de financiamento de estocagem, R$ 152,9 milhões para custeio, R$ 235 milhões para aquisição do café (FAC), R$ 25 milhões para capital de giro para indústrias de café solúvel, R$ 47,5 milhões para torrefação de café e R$ 115,4 milhões para as cooperativas de produção. Neste ano, o Funcafé dispõe de R$ 4,9 bilhões para financiar o setor do agronegócio do café. As taxas de juros foram definidas no lançamento do Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018. As taxas de custeio foram fixadas em 8,5% ao ano e de comercialização, 11,25% a.a. Confira a tabela em: http://www.agricultura.gov.br/assuntos/politica-agricola/cafe/funcafe. Fonte: Ascom Mapa via CNC.

Pela primeira vez no Brasil, a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), realizará, como ação do projeto setorial “Brazil. The Coffee Nation”, o Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017, entre 15 e 18 de setembro, em Curitiba (PR). O evento, que tem apoio da indústria de torradores Probat Leogap e da cafeteria Lucca Cafés Especiais, é classificatório para o World Coffee Roasting Championship (campeonato mundial da categoria), uma das competições promovidas pelo World Coffee Events (WCE), e tem o objetivo de selecionar o melhor profissional brasileiro na tarefa de torrar cafés especiais. As inscrições e o regulamento completo do Campeonato Brasileiro de Torra de Café 2017 estão disponíveis no site da BSCA (www.brazilcoffeenation.com.br). Fonte: P1 / Ascom BSCA via CNC.
Caros clientes e amigos, estamos no Instagram: mellaomartinicafe

 
Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini

 

Veja tambÉm: