Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira praticamente sem alteração

N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira praticamente sem alteração, a posição setembro atingiu a máxima de +1,30 pontos e mínima de -1,90 fechando com -0,15 pts.

 

postado em 17/07/2017 | Há 2 meses

MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.  
Sul de Minas R$ 465,00 R$ 445,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 465,00 R$ 445,00 Setembro/2017 133,55 -0,15
Alta Paulista/Paranaense R$ 455,00 R$ 435,00 Dezembro/2017 137,15 -0,15
Cerrado R$ 470,00 R$ 450,00 Março/2018 140,60 -0,15
Bahiano R$ 455,00 R$ 435,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Futuro 2018 - 6/7-15%cat R$ 535,00 R$ 525,00 Setembro/2017 158,90 -0,20
Futuro 2019 - 6/7-15%cat R$ 580,00 R$ 570,00 Dezembro/2017 164,40 -0,20
Dólar Comercial: R$ 3,1810      

O dólar comercial fechou em queda de 0,11%, cotado a R$ 3,1810. No cenário externo, a sessão de hoje foi influenciada por dados positivos sobre a economia chinesa, que cresceu em ritmo acima do esperado no segundo trimestre. Com isso, investidores aumentaram a busca por negócios de risco. No Brasil, o clima político trazia mais tranquilidade aos mercados. O Congresso Nacional entra em recesso a partir desta terça-feira (18), o que pode esfriar um pouco a crise política, embora os investidores seguissem monitorando novos desdobramentos da denúncia contra o presidente Michel Temer. O Banco Central voltou a atuar no mercado de câmbio nesta segunda-feira com a venda de 8.300 contratos de swaps cambiais (equivalentes à venda futura de dólares).

Conforme indica a Somar Meteorologia, uma grande massa de ar polar atua sobre o sul do Brasil, com frio extremo e ocorrência de neve em várias localidades. O centro da massa de alta pressão apresenta valores de 1038hPa sobre o norte da Argentina. No entanto, em níveis mais altos da atmosfera, observamos uma região de ventos fortes chamada de Corrente de Jato. Esse sistema age no sentido de manter a massa de ar polar sobre o sul do Brasil, sem deixá-la avançar sobre áreas de café, além de favorecer seu enfraquecimento a partir da terça e quarta-feira. Dessa forma, apesar de causar frio histórico no sul do Brasil e na Argentina, esse sistema não deverá causar frio intenso ou risco de geadas em áreas de café. Somente no norte do Paraná, com temperaturas chegando à faixa entre 3 e 6C, podemos ter algum registro de geadas isoladas. No nordeste de São Paulo e no sul de Minas Gerais devemos ter nuvens e chuvas fracas até a quarta-feira, e a queda de temperaturas não será significativa. A onda de frio enfraquece e se afasta para o Oceano ainda sobre a Região Sul, mais precisamente sobre o Rio Grande do Sul. As temperaturas voltam a subir gradativamente em todo o centro-sul do Brasil.

Os estoques norte-americanos de café verde(em grão) aumentaram em 180.422 sacas em junho na comparação com maio, conforme relatório mensal da Green Coffee Association (GCA). O total de café verde depositado nos armazéns credenciados pela GCA em 30 de junho de 2017 chegava a 7.294.945 sacas, ante as 7.114.523 sacas em 31 de maio de 2017.

Confira a declaração final emitida pelos participantes do Fórum Mundial de Produtores de Café, realizado em Medellín, na Colômbia de 10 aa 12 de julho no   link https://goo.gl/AeNkF9. Via CCCMG.

 
Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini

 

Veja tambÉm: