Mercado

Presidente do CNC fala em safra 8% menor no Brasil

Bahia e Rondônia produzirão 2 milhões de sacas, respectivamente. Do total da produção brasileira para a safra 2017/18, o presidente informou que 36 milhões de sacas de 60 kg serão de grãos arábica e, o restante, de conilon.

 

postado em 17/07/2017 | Há 5 dias

Lessandro Carvalho (lessandro@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Porto Alegre, 17 de julho de 2017 - A produção de café no Brasil duranteo ano cafeeiro 2017/18 (junho de 2017 a julho de 2018) deve cair 8%, para 46 milhões de sacas de 60 kg, devido à menor produção de conilon no sudeste do Espírito Santo. A estimativa é do presidente executivo do Conselho Nacional de Café (CNC) do Brasil, Silas Brasileiro.

Durante o Fórum Mundial dos Produtores de Café, que ocorreu em Medellin, na Colômbia, de 10 a 12 de junho, Brasileiro comentou que a falta de chuvas no Espírito Santo atingiu a formação do grão, o que resultará na produção de6 milhões de sacas de 60 kg, abaixo dos quase 12 milhões de sacas que a região geralmente produz.

Bahia e Rondônia produzirão 2 milhões de sacas, respectivamente. Do total da produção brasileira para a safra 2017/18, o presidente informou que 36 milhões de sacas de 60 kg serão de grãos arábica e, o restante, de conilon. A notícia parte do Café Point. 

 

Veja tambÉm: