Produção

Vietnã renova 25% da lavoura cafeeira para aumentar a produtividade

Principal concorrente do Brasil na produção de café pretende substituir 160 mil hectares por lavouras mais produtivas até 2020

 

postado em 17/07/2017 | Há 5 dias

O governo do Vietnã, segundo país maior produtor de café do mundo, tem como meta até 2020 renovar de 140 a 160 mil hectares, o que corresponde a 25% da área total em produção de café no país, que atualmente é de aproximadamente 645 mil hectares. Com essa medida, a competitividade do país asiático - que é o principal concorrente do Brasil na produção e exportação de café em nível mundial - deverá crescer significativamente e assim possibilitar aumento da participação vietnamita no mercado global de café. Atualmente a produção do Vietnã equivale em média a 18% da produção mundial, que em 2016 foi de 152 milhões de sacas de 60 kg. E a do Brasil corresponde em média a 33% desse volume total.

Esse é um dos destaques divulgados no Relatório Internacional de Tendências do Café - VOL. 6 / Nº. 05 / 30 JUNHO 2017, do Bureau de Inteligência Competitiva do Café, da Universidade Federal de Lavras – UFLA. O Relatório divulga informações e análises em três seções temáticas: Produção, Indústria e Cafeterias. Ele faz parte do projeto "Criação e Difusão de Inteligência Competitiva para Cafeicultura Brasileira", do Consórcio Pesquisa Café, que tem por objetivo monitorar, analisar e difundir informações e indicadores para a competitividade da cafeicultura brasileira, bem como propor soluções estratégicas para os problemas enfrentados pelo setor.

Leia essas análises do setor cafeeiro no Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café, e na página da Embrapa Café.

 

Veja tambÉm: