Mais Café

Exposição fotográfica homenageia trabalhadores e cenários do café no Sul de Minas

Fotógrafo de Guaxupé realizou trabalho durante 5 anos para retratar tradição da cultura que move a economia na região.

 

postado em 26/06/2017 | Há 5 meses

Por Lucas Soares, G1 Sul de Minas

Exposição fotográfica homenageia trabalhadores e cenários do café no Sul de Minas

Exposição homenageia trabalhadores do café em Guaxupé (Foto: Viola Júnior)

Uma exposição fotográfica que segue até o dia 30 de junho em Guaxupé (MG) retrata a cafeicultura, principal atividade agropecuária do Sul de Minas. Com o nome de “O café de Guaxupé”, a exposição encerra as comemorações do mês de aniversário da cidade.

Segundo o fotógrafo e jornalista Viola Júnior, o trabalho começou há cerca de 5 anos, desde que ele morava em Brasília (DF) e ia visitar a família na cidade do Sul de Minas.

“Na exposição, os visitantes poderão apreciar fotografias que fiz, desde a época em que vinha passar férias por aqui, já que morava fora. Sempre tive uma fascinação pela cultura do café mesmo estando distante de minha terra” conta.

Segundo o fotógrafo, homenagear a cidade que sedia a maior cooperativa do mundo no setor, foi uma forma dele agradecer tudo que a produção cafeeira fez e continua fazendo pela região.

“Me sinto agradecido por poder retratar esta atividade que se iniciou com os primeiros imigrantes italianos. Eles escolheram nossa região para fincar suas raízes e batalhar por dias melhores, são muitas histórias de luta e paixão por esse fruto que enaltece o nome do Brasil no exterior”, afirma o jornalista.
Na exposição, poderão ser vistas fotografias de campo dos trabalhadores na colheita e secagem do café, casarões históricos de fazendas centenárias, personagens da cidade ligados ao setor cafeeiro, de cafezais em fruto e flor e dos armazéns gigantes da cooperativa. Uma variedade que retrata, além da história, o dia a dia daqueles que tem no café seu negócio ou sustento.

    “Procurei registrar momentos distintos e variados, personagens como fazendeiros, apanhadores, monumentos, o produto em diversas etapas e até costureiras no manuseio das sacas”, relata o fotógrafo.

Leia e veja as fotos no site do G1

Fonte: G1 Sul de Minas.

 

Veja tambÉm: