Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - N.Y. finalizou a terça-feira em baixa

A bolsa de N.Y. finalizou a terça-feira em baixa, a posição julho oscilou entre a máxima de +0,60 pontos e mínima de -1,85 fechando com -1,20 pts.

 

postado em 13/06/2017 | Há 4 meses

MERCADO INTERNO
 
BOLSAS N.Y. E B.M.F.  
Sul de Minas R$ 465,00 R$ 445,00  
Contrato N.Y.
Fechamento
Variação
Mogiano R$ 465,00 R$ 445,00 Julho/2017 126,40 -1,20
Alta Paulista/Paranaense R$ 455,00 R$ 445,00 Setembro/2017 128,65 -1,15
Cerrado R$ 470,00 R$ 450,00 Dezembro/2017 132,10 -1,20
Bahiano R$ 455,00 R$ 435,00  
* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.
Contrato BMF
Fechamento
Variação
Futuro 2018 - 6/7-15%cat R$ 525,00 R$ 515,00 Setembro/2017 152,70 -1,40
Futuro 2019 - 6/7-15%cat R$ 570,00 R$ 555,00 Dezembro/2017 156,85 -1,60
Dólar Comercial: R$ 3,3080    

O dólar comercial fechou em queda de 0,10%, cotado a R$ 3,3080. No cenário interno, investidores estavam cautelosos com o cenário político. Nesta sessão, o Banco Central vendeu todos os 8.200 contratos de swaps cambiais tradicionais (equivalente à venda de dólar no mercado futuro) com vencimento em julho ofertados. No exterior, investidores aguardavam a decisão do Fed (Federal Reserve, o BC dos EUA) sobre juros, na próxima quarta-feira (14). A expectativa é de que haja aumento na taxa.

Conforme indica o boletim da Somar Meteorologia, linhas de instabilidade avançam pelas áreas produtoras levando chuva ao Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e sul da Bahia nesta semana. Boa parte da precipitação acontecerá hoje acumulando mais de 15 milímetros no norte do Paraná, oeste de São Paulo, Baixa Mogiana e sul de Minas Gerais. O tempo seco retornará a partir da sexta-feira para a maior parte das áreas produtor. A próxima chuva aparecerá a partir da segunda-feira da semana que vem no Paraná e oeste de São Paulo. A temperatura declinará no Rio Grande do Sul, mas o frio não alcançará as áreas produtoras de café.

Os desafios do setor cafeeiro foi o assunto discutido, durante a 7ª edição do Coffee Dinner & Coffee Summit, evento promovido em São Paulo nos últimos dias 8 e 9 de junho pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé). O Brasil é o maior exportador de café do mundo, e aumentar a quantidade embarcada é uma das metas do setor. No entanto, a atribuição, ocupação e uso de terras no Brasil, ainda dificultam o crescimento do mercado cafeeiro.   Além disso, é preciso aumentar a produção do grão, para atender o mercado interno e mercado externo. A meta do conselho de exportadores de café do Brasil é que sejam exportadas nos próximos anos 4 milhões de sacas por mês.   Acompanhe a reportagem no link https://goo.gl/EJeScm . Fonte: Uol Mais.

A Fundação Procafé divulgou os Boletins de Avisos Fitossanitários do mês de Maio de 2017. Confira:
Sul de Minas - https://goo.gl/4F1ORr
Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba - https://goo.gl/q4ZLLv
Alta Mogiana - https://goo.gl/uBFMG0
Fonte: Fundação Procafé

 
Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini

 

Veja tambÉm: