Mercado

Com dólar em queda no Brasil, café arábica encerra a quarta (6) em alta em NY

O mercado do café encerrou em alta na Bolsa de Nova York (ICE Futures Group) nesta quarta-feira (6), mantendo a movimentação que perdurou durante o dia de hoje.

 

postado em 07/06/2017 | Há 3 semanas

Para o vencimento julho/17, a alta foi de 20 pontos, a 125,75 cents/lb. No vencimento setembro/17, alta de 15 pontos, a 128,05 cents/lb. Para dezembro/17, alta de 15 pontos, a 131,60 cents/lb e março/18, alta de 15 pontos, a 135,05 cents/lb.

O analista Jack Scoville, da Price Futures Group, aponta que o movimento em Nova York vem também em decorrência de um real em queda. A demanda permanece fraca, mas alguns traders esperam um aumento mínimo na produção mundial, uma vez que as condições de produção não estão ideais em algumas áreas. O IBGE estima safras menores para o Brasil.

Em boletim divulgado nesta manhã, o analista de mercado Marcus Magalhães, da Maros Corretora, apontou que "depois do tombo de ontem, leves recompras são vistas", mas que este fator está longe de ser uma reversão de preços.

Devido a uma maior cautela política, como aponta a Reuters, o dólar teve uma leve queda em relação ao real, encerrando o dia a R$3,2721 na venda. A máxima para o dia foi de R$3,2872.

Mercado interno

O café tipo 4/5 teve uma variação positiva de +1,09% em Franca (SP), sendo cotado a R$465,00. As demais praças permaneceram estáveis.

Para o café tipo cereja descascado, todas as praças permaneceram estáveis, sendo a maior cotação vista em Varginha (MG), a R$500,00 e a menor em Patrocínio (MG), a R$460,00.

Já no café tipo 6, apenas a praça de Franca (SP) teve uma movimentação positiva, de +1,11%, a R$455,00. As demais praças permaneceram estáveis. A menor cotação é vista em Maringá (PR), a R$435,00.

Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

 

Veja tambÉm: