Comércio

ABIMAQ: NOTA OFICIAL – TAXA SELIC E PIB

 

postado em 01/06/2017 | Há 5 meses

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ) reforça que para atingir o objetivo de uma necessária, desejável e rápida recuperação, a queda da taxa de juros de 1 ponto percentual não é suficiente. A expectativa de uma taxa de inflação controlada associada ao elevado patamar de juros real do país fornece as condições para um corte superior ao adotado pelo Copom. E essas oportunidades devem ser aproveitadas para o país sair definitivamente da crise econômica.

ABIMAQ avalia que é urgente a adoção de uma agenda de curto prazo que contemple o aumento do crédito produtivo e uma taxa de câmbio competitiva. O retorno dos investimentos é o elemento fundamental para aumentar a demanda, reduzir o elevado custo social gerado pelo desemprego e recolocar o país nos trilhos do desenvolvimento.

PIB

Para ABIMAQ, o resultado positivo do PIB foi motivado pelo desempenho do Agronegócio e pelo setor externo da economia. No entanto, esses resultados se devem a uma elevação extraordinária da safra de alguns produtos agrícolas, que não deve se repetir nos próximos trimestres.

A entidade ressalta que devem ser implementadas pelo governo medidas de incentivo ao crescimento no curto prazo. Só assim o país poderá deixar para trás definitivamente a recessão, fazendo com que o crescimento registrado no 1º trimestre não seja, de fato, um ‘falso positivo’.

João Carlos Marchesan, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos.

 

Veja tambÉm: