Comércio

Exportador de café do ES é condenado por sonegar R$ 21,5 milhões

A Justiça determinou pena de quatro anos, cinco meses e dez dias em regime, inicialmente, semiaberto. O condenado deverá também pagar multa no valor de R$ 32.770,00, atualizados monetariamente desde outubro de 2013.

 

postado em 31/05/2017 | Há 5 meses

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) obteve a condenação do empresário Marcos Alexandrino Martins Astolpho por sonegação fiscal, referente ao não-pagamento de R$ 21.511.900,16 de Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e Contribuição para o Programa de Integração Social (PIS). A Justiça determinou pena de quatro anos, cinco meses e dez dias em regime, inicialmente, semiaberto. O condenado deverá também pagar multa no valor de R$ 32.770,00, atualizados monetariamente desde outubro de 2013.

O MPF apurou que Astolpho, na condição de administrador da Exportadora de Café Astolpho S.A, suprimiu o recolhimento de PIS e Cofins mediante a emissão de notas fiscais e a apresentação de Demonstrativos de Apuração das Contribuições Sociais (Dacon) com informações falsas, no período de março de 2006 a novembro de 2009.

Fonte: Revista Globo Rural

 

Veja tambÉm: