Tecnologias

Ministro interino entrega kits de irrigação em Mato Grosso

A tecnologia por gotejamento melhora a produtividade das lavouras em pequenas propriedades

 

postado em 22/05/2017 | Há 3 meses

   
  
Brasília (22/05/2017) - Prefeitos da região Oeste do Mato Grosso receberam na manhã desta segunda-feira (22) kits de irrigação por gotejamento. De acordo com os resultados já observados, esse tipo de tecnologia garante uma economia de até 60% do uso de água na lavoura, preserva o solo e gera maior rentabilidade ao produtor. A cerimônia de entrega dos kits de irrigação aos pequenos produtores contou com a presença do ministro interino da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Eumar Novacki, em Várzea Grande.

“Além de evitar o desperdício de água, a tecnologia de irrigação por gotejamento impede o desenvolvimento de ervas daninhas na lavoura, acabando com o trabalho de limpeza permanente ao redor da plantação”, salienta o ministro interino.

Outro aspecto importante da tecnologia está relacionado ao melhoramento da produção, uma vez que a quantidade de água pode ser regulada de acordo com a necessidade da planta. A técnica desenvolvida por Israel já vem sendo usada em quase todo o mundo. Aqui no Brasil existem duas fábricas instaladas para a produção dos kits.

No seu discurso, Eumar Novacki ressaltou a importância da qualificação do pequeno produtor. “Os agricultores aprendem as técnicas corretas, desde a gestão até técnicas de cultivo. É por isso que estamos entregando hoje aqui o kit irrigação. A experiência nos mostra que com isso se aumenta em até 35% a produtividade e, em alguns casos, nós conseguimos viabilizar a produção em determinadas propriedades”.

“Isso demonstra claramente a nossa preocupação com o setor, com a agricultura e com a pecuária”, acrescenta o ministro interino. “Quando o ministro Blairo Maggi assumiu o ministério, eu ouvi algumas críticas que diziam ‘o ministro Blairo vai se preocupar com o grande produtor’. Há muitos anos o Mapa não fazia tanto pelo pequeno produtor rural brasileiro”.

Os produtores dos municípios da região Oeste do MT se reuniram no final do ano passado com o ministro Blairo Maggi e pediram ajuda para sair da crise, desde que vários frigoríficos foram fechados nos últimos anos.

O secretário da Mobilidade Social, Produtor Rural e Cooperativismo, José Doria, disse que o projeto é fundamental para o pequeno produtor, visto que economiza água e aumenta a produção. Também foi assinado um protocolo de intenções para implementar no estado o programa Agro+ Produtor Rural.

 

Veja tambÉm: