Mercado

Previsão de chuva para os próximos dias pode interromper colheita do café no Brasil

Diante dessas condições, fica o temor de que essas precipitações possam atrapalhar os trabalhos de colheita e secagem do grão.

 

postado em 18/05/2017 | Há 5 meses

Previsões da Climatempo apontam que o cinturão produtivo de café do Brasil deve receber chuvas de até 40 milímetros nos próximos dias com áreas de instabilidade observadas sobre grande parte da região central do Brasil e que avançam para áreas produtoras. Diante dessas condições, fica o temor de que essas precipitações possam atrapalhar os trabalhos de colheita e secagem do grão.  

Segundo dados da consultoria Safras & Mercado, até o dia 8 de maio os trabalhos de colheita no campo estavam em 6%. Levando em conta a projeção da empresa de produção total de 51,1 milhões de sacas de 60 kg de café neste ano para o país, é apontado que já foram colhidas 3,2 milhões de sacas em todo o cinturão produtivo do grão.

A previsão aponta que as chuvas devem chegar ao estado de Minas Gerais, maior estado produtor de café do país, já nesta quinta-feira (17). As chuvas começam fracas, mas aumentam até o fim de semana, com precipitações de 40 mm na sexta-feira (19) em Guaxupé (MG), de 20 mm em Patrocínio (MG) no sábado (20) e 40 milímetros também na sexta em Franca (SP), na Alta Mogiana.

Satélite mostra avanço de áreas de instabilidade pela região central do Brasil  Fonte: Climatempo
Satélite mostra avanço de áreas de instabilidade pela região central do Brasil – Fonte: Climatempo

"As novas pancadas de chuva irão acarretar a paralisação momentânea dos trabalhos de colheita do café e da cana de açúcar. Não há risco para perdas nos índices de produtividade das culturas, mas poderão acarretar perdas no fator qualidade", reportou a Climatempo. A umidade prejudica a qualidade do grão tanto no pé quanto no terreiro durante o processo de secagem.

Em relação às temperaturas, as madrugadas da semana serão com temperaturas frias em muitos municípios das regiões Sul e Sudeste, porém, não há riscos para ocorrências de geadas nas regiões produtoras. Na próxima semana, as chuvas devem reduzir nas áreas produtoras de café e o avanço da colheita deve ser mais efetivo e facilitar a secagem do grão.

Figura 4
Chuva acumulada no Brasil entre os dias 21 e 25 de maio – Fonte: Climatempo

De acordo com o pesquisador da Embrapa Café e EPAMIG na área de Agrometeorologia e Climatologia, Williams Ferreira, a expectativa é de chuvas abaixo da média para o mês de junho, quando a colheita deve estar em pleno vapor no país, e isso pode favorecer a secagem dos cafés, principalmente nos terreiros. "Apesar da previsão de clima favorável ao processo de secagem, os cafeicultores devem ficar atentos com o ponto de maturação dos frutos na colheita e com a movimentação do café nos terreiros, principalmente nos primeiros dias, de modo a evitar fermentações indesejáveis, fatores esses fundamentais para a obtenção de cafés de qualidade", explicou.

Ele alerta ainda que os produtores devem ficar atentos com a alta infestação da ferrugem do café que já vem sendo identificada em algumas regiões de Minas Gerais.

Por: Jhonatas Simião
Fonte: Notícias Agrícolas
 

Veja tambÉm: