Comércio

FENICAFÉ: Produtor que aprendeu a se antecipar e está ganhando dinheiro, informa Dias

O superintendente da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), Lúcio Dias, falou brevemente durante a Fenicafé - Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, sobre o momento do mercado interno.

 

postado em 22/03/2017 | Há 1 mese

Araguari -O superintendente da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé (Cooxupé), Lúcio Dias, falou brevemente durante a Fenicafé - Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura, sobre o momento do mercado interno. 

    “Discordo de quem diz que o preço de venda está abaixo do custo de produção. O cafeicultor está aprendendo a antecipar os bons momentos do mercado e tem ganho dinheiro com o café. Uma prova disso é o aumento do investimento em novas áreas de plantio. Na região de atuação da Cooxupé há mais de 50 mil hectares com novos cafezais cultivados que irão entrar em produção”, salientou.
A Cooxupé é considerada a maior e uma das mais importantes cooperativas de café do Brasil. Hoje, a Cooxupé conta com mais de 12 mil cooperados - 84% deles pequenos produtores que vivem da agricultura familiar –, recebendo café produzido em mais de 200 municípios de sua área de ação, localizada nas regiões do sul de Minas Gerais, cerrado Mineiro e Vale do Rio Pardo (no estado de São Paulo).

Fenicafé - A feira é uma grande oportunidade para discussão de aspectos relevantes da cafeicultura irrigada e tem contribuído para o crescente cultivo dessa modalidade no Brasil. Este ano, a feira acontece de 21 a 23 de março de 2017, no Pica Pau Country Club, em Araguari, no Triângulo Mineiro.
Promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA), a Fenicafé é dividida em três partes: o Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, a Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura e o Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada. 
 

Fábio Rübenich/Agência SAFRAS

 

Veja tambÉm: