Consumo

LEILÕES PRIVADOS DE CAFÉ CONILON

Tudo isto deve e pode ser mitigado e a ABIC está promovendo todos os esforços possíveis para que o setor industrial de café supere estas dificuldades.

 

postado em 16/03/2017 | Há 9 meses

Tenho a satisfação de cumprimentá-los e informar que a Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), em conjunto com a Associação Brasileira da Indústria de Café Solúvel (ABICS), em audiência com o Ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Dep. Marcos Pereira, no ultimo dia 7 de Março, propôs a realização de leilões privados de café conilon para suprir a demanda desta matéria-prima que existe atualmente no mercado e cuja falta está afetando fortemente as empresas. A medida conta também com o apoio do Ministério da Agricultura e do Ministro Blairo Maggi.

Os leilões privados, assim como a liberação das importações de café conilon, são parte das medidas fundamentais para suprir o mercado interno e as exportações durante o ano de 2017, quando se prevê que a safra menor a ser colhida poderá implicar em novo período de desabastecimento, aumento de custos e perda de competitividade. Tudo isto deve e pode ser mitigado e a ABIC está promovendo todos os esforços possíveis para que o setor industrial de café supere estas dificuldades.

As exportações de café em grão estão diminuindo, enquanto as de café solúvel recuaram para níveis de 15 anos atrás. O mercado interno absorveu a redução drástica da oferta de café conilon, promovendo sua substituição por cafés arábicas, porém tendo que absorver prejuízos por conta de seu custo maior. E em meio à crise econômica e em respeito aos consumidores, as torrefações não repassaram a totalidade do aumento de custos, realizando prejuízos em muitos casos.

No país que é o maior produtor mundial do grão, não cabe admitir que falte café na mesa dos brasileiros. A indústria busca há meses alternativas para superar estes problemas. A importação de café conilon e a realização de leilões privados, inéditos e programados para a próxima quarta-feira, dia 22 de março, são instrumentos importantes e viáveis para regular o abastecimento e gerar grandes oportunidades de negócios, preservando e beneficiando também os cafeicultores, que poderão contar com o crescimento dos mercados interno e externos, ao invés do enfraquecimento do agronegócio.

As indústrias utilizarão o Sistema Eletrônico de Comercialização (SEC) da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para compra de café conilon. A ABIC e a ABICS utilizarão o Sistema na modalidade Compra de Terceiros, numa tentativa de adquirir 213,5 mil sacas de 60 kg do café necessário para a produção de blend. Os leilões acontecerão conforme os oito avisos publicados ontem (quarta-feira, 15), a partir das 9h00. Os compradores serão indústrias ou empresas que manifestarem sua intenção de compra e os vendedores poderão ser produtores, cooperativas e o comércio de café.

A ABIC agradece ao Ministro da Agricultura e Abastecimento, Dr. Blairo Borges Maggi, e ao Ministro Marcos Pereira, da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, bem como, à CONAB, aos Secretários, Diretores e colaboradores, que tornaram possível a realização desses leilões num prazo muito curto, demonstrando a sua firme intenção de apoiar o agronegócio café no Brasil.

Ricardo de Sousa Silveira
Presidente da ABIC
 

Veja tambÉm: