Tecnologias

Genoma do café arábica é sequenciado nos Estados Unidos

Pesquisadores dos Estados Unidos têm sequenciado o genoma da Coffea Arabica como parte dos esforços para combater os efeitos das mudanças climáticas na produção global de café.

 

postado em 01/03/2017 | Há 4 meses

Pesquisadores dos Estados Unidos têm sequenciado o genoma da Coffea Arabica como parte dos esforços para combater os efeitos das mudanças climáticas na produção global de café.

Embora esse não seja o primeiro caso em que o genoma do café foi sequenciado, é a primeira vez em que os dados foram disponibilizados publicamente.

Agora, disponível para uso imediato por cientistas e criadores de plantas ao redor do mundo, a nova sequência do genoma foi postada no Phytozome.net, uma base de dados pública de genômica vegetal comparativa, coordenada pelo Instituto de Genoma Conjunto do Departamento de Energia dos EUA.

"Essa nova sequência genômica para o Coffea Arabica contém informações cruciais para o desenvolvimento de variedades de café de alta qualidade, resistentes a doenças que podem se adaptar às mudanças climáticas que podem ameaçar a produção global de café nos próximos 30 anos", disse Juan Medrano, um geneticista da Faculdade de Ciências Agrícolas e Ambientais Davis UC dos Estados Unidos e co-pesquisador no esforço de sequenciamento.
"Esperamos que a sequência de C. Arabica, eventualmente, beneficie todos os envolvidos com o café – dos cafeicultores, cujos meios de vida são ameaçados por doenças devastadoras como a ferrugem da folha de café –, processadores de café e consumidores de todo o mundo", disse ele.

O sequenciamento foi conduzido por meio de uma colaboração entre Medrano, os cientistas de plantas Allen Van Deynze e Dario Cantu, e a pesquisadora pós-doutorada Amanda Hulse-Kemp, todos da UC Davis.
Fonte: Global Coffee Report

 

Veja tambÉm: