Estatísticas

Primeira estimativa da safra 2017 do PR aponta aumento de 19% na produção, mas queda de 2% na área cultivada, diz Deral

A safra de café do Paraná em 2017 deve ficar entre 1,2 milhão e 1,3 milhões de sacas de 60 kg, o que representa uma alta de cerca de 19% em relação à temporada anterior.

 

postado em 22/02/2017 | Há 3 meses

Por: Jhonatas Simião

No entanto, a área cultivada deve cair 2% ante o último levantamento da safra passada, totalizando 49,03 mil hectares. Os dados foram divulgados na segunda-feira (20) pelo Deral (Departamento de Economia Rural), ligado ao governo do Estado.

O aumento na produção do estado se deve a bienalidade positiva, diferente da maior parte das regiões produtoras do país, apesar
das intempéries climáticas no início do ciclo produtivo. "As condições climáticas se normalizaram a partir de outubro, embora tenha ocorrido períodos de alta amplitude térmica em novembro, as chuvas mais abrangentes e com maior volume contribuíram para o bom "pegamento" das floradas em geral", diz um trecho do relatório.

A produção no Paraná, segundo o Deral, deve chegar a até 1,3 milhão de sacas, mesmo com uma redução na área cultivada do grão, com área total de 49,03 mil hectares. "Os 46,24 mil hectares da área em produção correspondem a 94,3% da área total e são formados pelas lavouras adultas em idade produtiva incluindo as áreas podadas intencionalmente pelos produtores e que talvez não terão
produção em 2017, no caso das que foram esqueletadas (safra zero) depois da colheita de 2016, por exemplo", afirma o Deral. A produtividade média é estimada pela entidade paranaense em 27 sacas por hectare.

Há anos atrás o Paraná era um grande produtor de café, atualmente corresponde a cerca de 2% da produção brasileira.

A Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima que a  safra brasileira de café em 2017 deve ficar entre 43,65 e 47,51 milhões de sacas de 60 kg do produto beneficiado, somadas as espécies arábica e conilon. De acordo com o estudo, a previsão representa uma redução entre 15 e 7,5%, quando comparado com a produção de 51,37 milhões de sacas do ciclo anterior.

Leia na íntegra no Notícias Agricolas

Fonte: Notícias Agrícolas

 

Veja tambÉm: