Tecnologias

Influências climáticas no enchimento de grãos e diferenciação floral do cafeeiro

As quantidades e distribuição de chuvas, temperatura, ventos e radiação solar são pontos importantes a serem considerados.

 

postado em 02/02/2017 | Há 3 meses

Por Paulo Henrique Pereira – Engenheiro Agrônomo – Floema Vegetal

Influências climáticas no enchimento de grãos e diferenciação floral do cafeeiro

24 De Janeiro de 2017 - Estamos em um momento de muitas dúvidas para a safra 2016/2017 e grandes expectativas para a safra 2017/2018. Necessitamos trabalhar o equilíbrio nutricional das plantas com o objetivo de atingir seu maior potencial produtivo, onde são vários os fatores que afetam o crescimento e produção do cafeeiro.

O clima vem sendo um fator muito limitante na região do Cerrado Mineiro devido à instabilidade. Temperaturas excessivas podem reduzir e até paralisar o crescimento vegetativo do cafeeiro atrapalhando o enchimento de grãos. Em altas temperaturas o desenvolvimento e maturação dos frutos são acelerados, ocasionando perdas de qualidade do café produzido. A escaldadura nas folhas prejudica a capitação de luz e a produção fotossintética.

Desta forma, precisamos ficar atentos às lavouras. Trabalhar com análises em dia nos dá parâmetros mais assertivos para condicionarmos a lavoura de forma a reduzir ao máximo o stress causado pelos intemperes climáticos.

Outra fase fenológica importante no ciclo do cafeeiro é a diferenciação floral que já vem se aproximando. O florescimento do cafeeiro é promovido por alterações bioquímicas e fisiológicas ainda não totalmente explicados que estão relacionados com o fotoperíodo, a intensidade de luz, água, temperatura e relação carbono/nitrogênio. As gemas formadas nas axilas das folhas podem se diferenciar em estruturas reprodutivas, formando as inflorescências ou em estruturas vegetativas originando os ramos.

A floração do cafeeiro consiste em diferentes etapas como a indução, diferenciação, desenvolvimento, sendo a duração de cada uma de acordo com as condições climáticas. O seu conhecimento é importante para criar condições adequadas para um melhor o pegamento da florada e, consequentemente a frutificação.

De acordo com as informações acima baseadas em estudos científicos e técnicas sobre nutrição vegetal, a Floema apresenta o Prolex que vem de encontro com as informações citadas, buscando maior efetividade no processo de crescimento, floração e frutificação do cafeeiro, sendo precursor dos hormônios necessários para o desenvolvimento da planta.

O seu uso para auxiliar nesta fase da cultura vem mostrando resultados, onde o crescimento de ramos, número de nós, comprimento de entrenós e diferenciação da gema reprodutiva vem sendo mais efetivos.

O objetivo do Prolex é aumentar o desempenho fisiológico das plantas visando potencializar o seu crescimento e/ou para obtenção de elevadas produções.

A cada ano as lavouras estão sendo mais exigidas e ao mesmo tempo vem sofrendo com os intemperes climáticos de forma que devemos dar condições às mesmas para completarem seu ciclo e obter resultados expressivos. Esse é o foco da Floema, sempre buscando o crescimento junto ao produtor.

 

Veja tambÉm: