Mercado

COTAÇÃO DO CAFÉ - N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira em alta

N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -0,30 pontos e máxima de +3,55 fechando com +2,20 pts.

 

postado em 23/01/2017 | Há 10 meses

MERCADO INTERNO

 

BOLSAS N.Y. E B.M.F.

Sul de Minas

R$ 555,00

R$ 535,00

 

Contrato N.Y.

Fechamento

Variação

Mogiano

R$ 555,00

R$ 535,00

Março/2017

155,40

+2,20

Alta Paulista/Paranaense

R$ 545,00

R$ 525,00

Maio/2017

157,80

+2,20

Cerrado

R$ 560,00

R$ 540,00

Setembro/2017

162,30

+2,20

Bahiano

R$ 555,00

R$ 525,00

 

* Cafés de aspecto bom, com catação de 10% a 20%.

Contrato BMF

Fechamento

Variação

Futuro 2017 - 6/7-15%cat

R$ 570,00

R$ 560,00

Março/2017

186,25

+2,15

Futuro 2018 - 6/7-15%cat

R$ 630,00

R$ 620,00

Setembro/2017

195,95

+2,90

Dólar Comercial:

R$ 3,1690

Dezembro/2017

200,70

+2,90

N.Y. finalizou as operações nesta segunda-feira em alta, a posição março oscilou entre a mínima de -0,30 pontos e máxima de +3,55 fechando com +2,20 pts.

O dólar comercial fechou em queda de 0,43%, cotado a R$ 3,1690. No cenário externo, os investidores estavam cautelosos após a posse do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Nesta segunda-feira, Trump assinou um decreto que retira formalmente os EUA do acordo comercial Parceria Transpacífico com 12 nações, cumprindo uma promessa de campanha no ano passado. No cenário interno, a morte do relator da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Teori Zavascki, também estava no radar de investidores, diante das incertezas sobre o futuro da operação. A expectativa era de que o ministro decidisse em fevereiro se homologaria ou não o acordo de delação premiada de 77 executivos da Odebrecht. O acordo é apontado como tendo potencial explosivo para boa parte da classe política que teve o nome citado pelos executivos da empreiteira.

Conforme boletim da Somar Meteorologia, semana com chuva no Paraná, São Paulo e algumas áreas do sul de Minas Gerais e Triângulo Mineiro pela presença de instabilidades tropicais. Em três dias, a simulação COSMO-INMET indica acumulado entre 20 e 50 milímetros. Na segunda metade da semana, uma frente fria organizará chuva mais abrangente sobre o centro, oeste e sul de Minas Gerais. Na Bahia, Espírito Santo e leste de Minas Gerais, o tempo permanecerá seco e quente por pelo menos cinco dias. Na próxima semana, o padrão de distribuição de chuva não mudará muito com precipitação concentrada sobre o Paraná, São Paulo e oeste e sul de Minas Gerais.

As lavouras de café do Sul de Minas Gerais têm apresentado alto índice de ferrugem, principal doença do cafeeiro em todo o mundo e que causa queda das folhas, seca os ramos produtivos, afeta o desenvolvimento dos botões florais e, consequentemente, reduz o potencial produtivo da safra. O alerta foi feito pela Fundação Procafé em seu Boletim de Avisos Fitossanitários de dezembro de 2016. "O índice médio de folhas infectadas com ferrugem está em 15% nas regiões, demonstrando uma incidência maior que a média histórica para o período. Considerando as condições favoráveis para a evolução da ferrugem e o mecanismo de ação dos fungicidas é recomendável uma pulverização com fungicida sistêmico curativo específico para esta doença", diz a Fundação no boletim. No período, as lavouras de café no Sul de Minas Gerais tiveram precipitação abaixo da média histórica e temperatura próxima da média. Ainda assim, as condições não foram suficientes para impedir o avanço da ferrugem. Temperaturas na faixa de 20 °C a 24 °C, alta umidade, ambientes sombreados e tratos culturais inadequados são condições ideias para o desenvolvimento da doença. "Com estas menores precipitações, o armazenamento médio na região diminui. Varginha, Carmo de Minas e Muzambinho estão com armazenamento, a exceção de Boa Esperança que ainda se encontra com déficit hídrico acumulado na ordem de 123,5 mm; suplementar uma lâmina de irrigação na ordem de 50 mm. Para os cafeicultores irrigantes, acompanhar as precipitações de janeiro, caso necessário fazer reposição da necessidade da planta para garantir um bom enchimento dos grãos e crescimento dos ramos", reportou a Fundação Procafé. Fonte: Noticias Agricolas.
 
 
Infocafé é um informativo diário, da Mellão Martini

 

Veja tambÉm: