Tecnologias

Representas mundiais da Penergetic visitam Campo Experimental em Araguari

O Campo Experimental Izidoro Bronzi é mantido pela Associação dos Cafeicultores de Araguari, entidade promotora da Fenicafé

 

postado em 23/01/2017 | Há 5 meses

Representantes de 13 países, entre eles Bulgária, Chile, China, Costa Rica, Inglaterra, França, Índia, Irlanda, Sri Lanka, Tailândia, Alemanha, Suíça e Brasil, participam no próximo dia 31 de janeiro de uma visita técnica ao Campo Experimental Izidoro Bronzi, em Araguari no Triangulo Mineiro.
A chegada ao Campo está marcada para as 9h50, onde será iniciada a visitação. Logo mais às 11h20, será ministrada uma palestra pelo Professor Dr. André Luís T. Fernandes, pró-reitor de pesquisa, pós-graduação e pesquisa da  Uniube que fará uma apresentação das pesquisas realizadas na área.

Pesquisa - O Campo Experimental fica em uma área arrendada pela ACA e teve suas atividades iniciadas em 2009.  O Campo foi implantado com o objetivo de fomentar pesquisas nas diversas áreas da cafeicultura, com ênfase nos trabalhos de irrigação, tratos nutricionais, tratos fitossanitários e culturais, além do melhoramento genético e qualidade do café.

Desenvolvido em parceria com a Fundação Procafé, Ministério da Agricultura, Universidade de Uberaba e Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café, o Campo ocupa uma área de 5 hectares, abrigando 30 trabalhos experimentais envolvendo pesquisas técnicas de irrigação, nutrição, podas, fisiologia, vegetal, variedades, defensivos agrícolas, dentre outros.

O mercado descobriu a região na década de 80, e agora, a média de idade dos cafezais já passa dos 25 anos. O caminho está na pesquisa. Na área removida, o preparo do solo vai servir para formar um cafezal diversificado com 38 variedades, distintos tratos culturais e posições de plantio.  Em outra parte, em um cafezal já plantado as empresas fazem parceria com os cafeicultores para testar produtos.

Equilíbrio do solo - A tecnologia do Penergetic promove a bioativação dos micro-organismos do solo, aumentando a biota (conjunto de seres vivos de um determinado ambiente), gerando equilíbrio do solo e aumentando os picos de mineralização. Isso significa devolver a saúde química e biológica do solo e, ao mesmo tempo, possibilitar à planta uma maior captação de nutrientes.
Estudos realizados em lavouras de café comprovaram que a aplicação do Penergetic nas lavouras tem propiciado uma média de redução de 60% a 70% no uso de fósforo como fertilizante, e de 40% para o potássio, melhorando a qualidade e equilíbrio químico e biológico do solo.

Fenicafé - O evento reúne anualmente três grandes encontros: XXI Encontro Nacional de Irrigação da Cafeicultura do Cerrado, XIX Feira de Irrigação em Café do Brasil e o XVIII Simpósio de Pesquisa em Cafeicultura Irrigada.
Realizada em Araguari, no Triangulo Mineiro, a Fenicafé vai apresentar aos produtores as mais novas tecnologias e tendências da cafeicultura irrigada. Cerca de 20 mil pessoas vindas de mais de 100 cidades brasileiras realizando grandes negócios e aproveitando oportunidades.

São aproximadamente setenta expositores e volume de negócios superiores a 35 milhões de reais. A feira se constitui em uma excelente oportunidade para empresários da agroindústria, produtores rurais, pesquisadores, estudantes e profissionais ligados ao agronegócio de se atualizarem e gerarem novos e melhores negócios.

Informações úteis – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura – Fenicafé
De 21 a 23 de março
Local: Pica Pau Country Club, Araguari no Triangulo Mineiro
A Fenicafé é promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) em parceria com a Embrapa Café e Cocacer.
Mais informações no www.fenicafe.com.br

 

 

Veja tambÉm: