Estatísticas

Estoques de café conilon no país somam 2,2 milhões de sacas, afirma Conab

O dado vai ajudar o governo a decidir sobre a real necessidade de importação de café robusta, uma demanda das indústrias torrefadora e de solúvel em decorrência da escassez de oferta.

 

postado em 17/01/2017 | Há 7 meses

Por Cristiano Zaia | De Brasília

A Conab encerrou o levantamento dos estoques de café conilon no país e concluiu que há 2,2 milhões de sacas do grão armazenadas em fazendas e cooperativas do Espírito Santo, do sul da Bahia e de Rondônia, disse ao Valor o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller.

Segundo ele, o número indica que os estoques "realmente estão muito baixos". O dado vai ajudar o governo a decidir sobre a real necessidade de importação de café robusta, uma demanda das indústrias torrefadora e de solúvel em decorrência da escassez de oferta.

"Os preços do conilon continuam altos e esse estoque de 2,2 milhões de sacas, dentro do que já tinha sido levantado pela Conab, mostra que o volume de café conilon é baixo", afirmou.

Conforme Geller, o ministério ainda não decidiu se voltará a recomendar a importação de robusta à Câmara de Comércio Exterior (Camex), órgão vinculado ao Ministério do Desenvolvimento. Mas o assunto será tratado novamente hoje em reunião com representantes da cadeia do café.

Levantamento anterior da Conab indicava que os estoques somavam 2,5 milhões de sacas em dezembro passado. Mas entidades ligadas a cafeicultores estimaram até 5,5 milhões de sacas, por isso solicitaram um novo levantamento.

Fonte ; Valor

 

Veja tambÉm: